Transição Capilar

Como sobreviver à transição capilar

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Bom, sabemos que muitas de vocês sofrem com a transição capilar. Não é algo fácil, nem rápido e muito menos agradável. Esses dias encontrei com a Mari aqui do blog e chegamos a uma reflexão: Existe um jeito certo de “sobreviver” à transição? Por isso, vamos dar dicas sobre como sobreviver à transição capilar.

Nesse post vou tentar reunir alguns modos de passar por essa fase e chegar aos cachos! Apontarei vantagens e desvantagens de cada método. Escolha o seu e #gocurly <3


01. Natural

Minha transição, 2011-2014.

Essa aí sou eu! Fiquei 2 anos (quase) em transição e sempre deixei meu cabelo natural. Não fazia babyliss nem chapinha. Prendia ele pela metade ou todo, mas sobrevivi!

Vantagens: Você vai conhecer e aprender com seu cabelo. Vai acostumar como volume, com a falta de definição, com as duas (ou mais) texturas e isso vai fazer com que tudo seja mais fácil após o BC.

Desvantagens: É, más notícias… Vai ficar feio. Porém não é algo insuportável assim. Dá pra investir em penteados, acessórios, bastante maquiagem e tudo mais para disfarçar.


02. Babyliss

Nina Gabriela, em transição.

Pra quem não conhece a Nina Gabriela, ela passou a transição fazendo babyliss.
Vantagens: acostumar com o volume, igualar as texturas, não sofrer com a falta de definição e com os bad hair days.

Desvantagens: assim como a chapinha, o babyliss frita os fios, então você vai ter que redobrar o cronograma capilar e os cuidados básicos com os fios.


03. Texturizações

Já contamos a história da transição concluída da Amanda aqui no blog. Ela passou com ele natural também, porém utilizando de algumas técnicas, como a texturização.

Vantagens: Acostumar com os cachos, com o possível volume e com a rotina de cuidados que você seguirá mais tarde.
Desvantagens: Gasto a mais com finalizadores, é um processo demorado, além do mais pode ser um pouco ilusório: o seu cacho não ficará definidinho natural como quando você o texturiza. Se seu cabelo é pouco denso, ele pode ficar sem volume nenhum. O excesso de produtos também pode levar à caspa.

Veja aqui como fazer texturização!


04. Box Braids – Tranças sintéticas

Como sobreviver à transição capilar
Tranças sintéticas na transição!

A Ster falou sobre as box braids aqui no blog. É uma alternativa ótima para quem não tem paciência para nenhuma das alternativas acima! No post ela ainda fala sobre as vantagens e desvantagens. Confere lá.


05. Chapinha

Não deixa de ser uma opção!

Vantagens: Não estranhar seu cabelo durante as duas texturas.
Desvantagens: fios fracos e quebradiços, (redobre os cuidados com o cronograma), não acostumar com o volume e com os cachos. Além disso, seus cachos podem demorar a se formar se você utilizá-la por muito tempo.

Obs: A Mari, aqui do Cacheia, passou a transição dela com chapinha e, embora não recomende, contou um pouco da experiência dela no post: Por que tanto medo do BC, afinal?

06. Como sobreviver à transição capilar? Faça o BC!

BC – O que é e por que fazer?

Como falamos no post acima, a Gisele não teve paciência pra esperar e raspou de vez a química. É uma opção!

E você? Como passou ou está passando sua transição? Conta pra gente!

Confira também: Passo-a-passo para quem quer  assumir o cabelo crespo
Como abaixar e disfarçar a raiz do cabelo sem usar químicas

 

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Você também pode gostar: