Inspirações

Missão transição: Concluída!

transição-concluída

Olá pessoal!

Se você é nova aqui, talvez tenha alguns links que você deveria ler para entender o post:

O que é transição capilar?
O que é texturização?
O que é BC?
O que é Cronograma Capilar?

 

Sei que muitas transitetes acessam a nossa página em busca de dicas e inspirações. Então o post de hoje é dedicado à vocês!
Trouxe a história de uma das atuais cacheadas (3 meses de BC) que eu mais admiro nessa internet: Amanda Lima!

Amanda Lima, durante a transição.
Amanda Lima, durante a transição.

Cacheia: Amanda, conta pra gente. Como e por quê você decidiu voltar aos cachos?
Amanda: Então… Eu decidi voltar aos cachos em outubro de 2013, se não me engano. O motivo foi uma ida ao salão na qual eu fiquei enfurecida com a cabeleireira porque, segundo ela, meu cabelo estava muito danificado – devido o uso excessivo da chapinha – por isso ela não poderia retocar minha progressiva. Eu também já tava muito cansada de ter que chapar o cabelo toda semana… Isso era muito desgastante pra mim!

Cacheia: Então, depois que você parou de fazer química, você já tinha em mente como ia cuidar da raiz que tava nascendo? Como ia disfarçar?
Amanda: Não, eu não fazia a mínima ideia! Tanto que meu medo maior era esse…”Como disfarçar a raiz cabelo?” Minha irmã ficava falando pra eu cortar só que eu tinha um medo danado e não queria de jeito nenhum ter o cabelo “joaõzinho”! Depois ela falou pra fazer texturização e eu não fazia mínima ideia do que era isso! Mas aí eu comecei a pesquisar muito, descobri que o nome desse processo era transição, também aprendi o que era texturização e o que era exatamente o Big chop! Vi vários vídeos no youtube e isso me ajudou muito! Através dos vídeos eu comecei a entender o jeito certo de cuidar dos cabelos cacheados e principalmente da raiz que tava nascendo. Minha irmã me incentivou muito… Ela tem os cabelos cacheados e vive ligada em vídeos que falam sobre cuidados com os cachinhos.

Cacheia: Durante a transição você sofreu algum tipo de preconceito?
Amanda: Não. Eu achei que fosse sofrer porque quando entrei em transição eu ainda tava na escola mas graças a Deus não sofri.

Transição da Amanda, status: concluída!
Transição da Amanda, status: concluída!

Cacheia: Sua família te apoiou?
Amanda: O pessoal aqui de casa nunca apontou o dedo pra dizer nada! Minha mãe me apoiou e minha irmã também! Às vezes meu irmão dizia que eu não ia aguentar mas eu aguentei firme e forte :)

Cacheia: Qual química você fazia?
Amanda: Bom, no começo eu usava um relaxante chamado “Toin”, depois parti pra os alisantes com amônia e por ultimo fiz escova progressiva de carbocisteína.

Cacheia: Você seguiu o cronograma capilar durante a transição? Se sim, viu efeito?
Amanda: No começo da transição eu seguia, depois parei. Confesso que sentia preguiça de segui-lo. Eu ficava muito confusa com relação aos produtos. Não vi muito efeito porque passei pouco tempo seguindo o cronograma.

Cacheia: Quanto tempo esperando o cabelo crescer?
Amanda: Eu passei um ano sem química, foi o período em que eu não conhecia a transição e queria a todo custo o cabelo liso. Nesse período minha raiz cresceu bem! Só que como eu usava muita chapinha acabou fazendo com que meus cachos perdessem a forma. Aí quando conheci a transição passei mais 3 meses esperando crescer.

Cachos da Amanda após o BC!
Cachos da Amanda após o BC!

Cacheia: Por que decidiu fazer o BC?
Amanda: Meu BC foi uma coisa meio inesperada. Eu tinha acabado de tomar um banho aí fui finalizar o cabelo e comecei a pensar em como ficaria bonito sem aquelas pontas feias alisadas ai pensei: “vou cortar só uma partezinha  pra ver como fica!” Pronto, cortei uma, duas, três… Quando vi já tinha cortado quase tudo na parte de trás da cabeça! Aí pensei de novo: “vou deixar só essa parte lisa aqui na frente e nos lados pra eu poder prender se eu quiser”. Fiquei esperando minha mãe notar que eu tinha cortado. Quando eu falei pra ela que tinha cortado ela ficou meio que sem acreditar, dizendo que eu era doida! Ela me falou que era melhor eu cortar logo o resto já que já tinha cortado quase tudo… Aí eu fui e cortei!

Cacheia: E como você se sente agora com a transição concluída? Você gosta do seu cabelo assim?
Amanda: Eu me sinto livre e muito feliz! Foi a melhor escolha que eu poderia ter feito! Não me arrependo de ter passado pela transição. Eu amo meu cabelo, amo demais! Acho ele lindo e diferente. Enfim, hoje me amo muito mais do que quando tinha o cabelo liso. Se eu soubesse que seria tão bom assim assumir a minha identidade já teria feito isso a muito tempo!

You may also like