Shampoo antirresíduos retira a química?

foto de muher com cabelo cacheado longo posicionada de lado. texto fala sobre shampoo antirresíduos. shampoo antirresíduos retira a química? saiba mitos e verdades sobre o uso do antirresíduos durante a transição capilar para retirar progressiva, alisamentos e relaxamentos do cabelo.

Existe uma história circulando por aí de que o shampoo antirresíduos retira a química. Mas essa afirmação tem mais mitos que verdades. O shampoo antirresíduos realiza uma limpeza profunda e ajuda a retirar o acúmulo de produtos como cremes, óleos, além de outras sujidades. Geralmente esse tipo de produto tem o pH mais alcalino, que auxilia na preparação para que os fios recebam tratamentos. É como arrumar a bagunça para receber as visitas sabe?

Em função desse poder de limpeza, o shampoo antirresíduos pode retirar parte de “químicas” como a coloração. Ou seja, pode contribuir para o desbotamento da cor. Se você acaba de fazer uma progressiva e decide fazer suas lavagens com esse tipo de shampoo, pode ter parte do efeito “super liso” comprometido. Então bye bye durabilidade da sua química!

Mas isso não significa que o shampoo vai eliminar alisamentos e relaxamentos por completo. Isso porque geralmente esses procedimentos agem na estrutura dos fios. Para ganhar uma nova forma, só realizando um novo procedimento químico ou cortando os fios para começar tudo de novo. E não preciso nem dizer que aqui no blog somos super a favor da transição capilar, certo? Apesar de ser um processo mais lento (dependendo de quanto tempo você decide aguardar para cortar), a transição capilar é um modo de conhecer e redescobrir seu cabelo natural.

Nas regiões em que o alisamento foi aplicado em menor quantidade ou foi menos absorvido você pode até notar ondulações e imaginar que os fios estão “voltando” após lavar com o shampoo antirresíduos. Mas não empolgue! Se usado com frequência, o antirresíduos pode retirar parte da oleosidade natural que é super importante para cabelos crespos e cacheados. E aí segura que lá vem o ressecamento!

É evidentemente que sessões de detox seguidas por tratamentos para nutrir e restaurar os fios podem ser uma boa opção para quem está em transição capilar. Mas aqui é uma história bem diferente, mesmo porque não necessariamente a gente precisa utilizar um antirresíduos “tradicional”. Já existem por exemplo, shampoos antirresíduos sem sulfato para realizar uma limpeza eficiente e suave ao mesmo tempo. Nessas sessões de tratamento a ideia é realizar uma mudança progressiva, “reabilitando” os fios aos poucos e tratando de verdade. O ideal é realizar as sessões com um profissional, mas com conhecimento e produtos adequados a gente também pode fazer em casa.

Seja como for, pode ter certeza: não existe “hack” para ter o cabelo natural de volta da noite para o dia. Ter essa certeza já é um passo importante para não cair em ciladas ou se iludir com falsas promessas.

Veja também:

Argiloterapia: o que é, como fazer e benefícios

Maressa De Sousa

Maressa, 24 anos, baiana. Mestranda em Antropologia. Cabeleireira. Ama filmes e livros de ficção. Para ela, a transição capilar marcou o início de muitas outras transformações.







comments


Leave a Comment