Dicas

10 coisas que toda cacheada e crespa precisa saber

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Há alguns anos eu achava que o cacheado do meu cabelo não era bonito. Mais alguns anos antes, direto do túnel do tempo, achava que meu cabelo não cacheava – isso porque a bonita aqui, no auge dos seus 11 anos, penteava o cabelo seco. Enfim.

Dia desses parei para pensar em coisas básicas que eu não sabia sobre o meu cabelo e que fizeram ele mudar com-ple-ta-men-te. Resolvi compartilhar essas dicas com vocês!

 

10-coisas-que-toda-cacheada-precisa-saber

1. Não lave o cabelo todos os dias!

O cabelo cacheado é naturalmente mais ressecado, pois a oleosidade natural do cabelo tem dificuldade em percorrer o fio encaracolado até a ponta. Os componentes inseridos no shampoo, para limpar o fio, retiram mais ainda essa oleosidade

Assim, quando lavamos o cabelo diariamente, estamos retirando a hidratação do fio. Repare que algumas marcas para cabelos cacheados já sugerem que o cabelo não deva ser lavado diariamente, como no caso do shampoo Oro Argan da Bioderm.

Obs: Esse item é um dos que mais melhora o aspecto do cabelo!

2. Não seque o cabelo com toalha de banho!

Já reparou que quando você seca o cabelo com a toalha de banho, ele fica cheio de frizz? Isso porque o atrito da toalha com o cabelo gera estática, o tal do frizz. Para secar o cabelo, use um tecido 100% algodão, algodão cru ou papel toalha.

Lembre-se também de não esfregar os fios! Apenas amasse-os retirando o excesso da umidade ;)

Obs: Algumas pessoas, como a Ana aqui do blog, dizem que não têm esse problema com a toalha. Experimente e veja o que acontece com o seu cabelo ;)

3. Não use química.

A química destrói a estrutura do nosso cabelo, seja numa escova progressiva (que alisa progressivamente o cabelo) ou em um relaxamento para baixar a raiz – que, lembre-se, um dia vai ser o comprimento do cabelo.

Obs: Não se trata de uma ditadura do cabelo natural. Vamos lembrar que o cabelo é seu e você faz o que bem entende com ele, certo? Agora, se você quer um conselho meu é: não use química para “abrir seus cachos”, “para tirar o volume” ou qualquer outro motivo que o valha por um motivo simples: sua saúde! Química danifica, sim, os fios, deixa-os com o aspecto ressecado, sem vida e ainda pode causar cortes químicos (já passei por isso e, oh, não desejo pra ninguém). Claro que tem uma questão mais forte ainda: a aceitação à sua identidade, mas isso vai de pessoa para pessoa e você não vai ser menos que ninguém se resolver que esse papo de cabelo crespo/cacheado/ondulado não é para você.

Leia Também: Existe alguma forma segura de fazer “escovas progressivas”?

Selagem, botox, cauterização e outros. Eles alisam nosso cabelo?

Relaxamento e permanente também são químicos!

Posso alisar meu cabelo?

Eu não sou a Taylor Swift

4. Gaste menos, aproveite mais.

Você não precisa gastar fortunas com produtos caros. Aliás, não escolha seus produtos pelo preço e marca. Aprenda a ler os rótulos e entender o que cada componente faz de bem ou mal para o seu cabelo. Não é fácil, eu sei, mas com tempo e paciência você consegue!

Além disso, você não precisa usar metade do produto a cada lavagem (que não deve ser feita todo dia, lembra?) e nem encharcar o cabelo com leave-in (pelo amor, não façam isso! nada de esconder volume!).

Vocês conhecem a regra da moeda de um real? Não? Então, confiram essa e outras dicas da Ana para economizar seus produtos!

5. Low poo, no poo e co-wash

Pouco shampoo, sem shampoo e lavagem com condicionador, respectivamente, são técnicas para se livrar e/ou diminuir o uso de shampoos com parafina, silicones e demais derivados do petróleo, melhorando assim o aspecto e saúde do fio. Este item está diretamente relacionado ao 1 e ao 4.

Dica: Leiam esse post incrível, da Giovanna: descomplicando o low poo

Lista de produtos para Low Poo e No Pow

Perguntas frequentes sobre a técnica low poo e no poo

6. Cronograma Capilar

Você já deve ter visto por aí aquela tabelinha do cronograma capilar. Se você, como eu, se assustou com a frequência de hidratações, nutrições e reconstruções que o seu cabelo necessita, calma, vou te contar um segredo: ” Cada cabelo uma sentença!” Não é porque aquela menina do cabelo ba-pho faz sei lá quantos tratamentos por semana que você precisa fazer também. Com o tempo, você entende qual etapa do cronograma seu cabelo está necessitando naquele momento e com que frequência seu cabelo precisa de cuidados.

 

7. Cortar, sim!

rapunzel

Mulher é um ser complicado. A gente se livra da ditadura da chapinha, mas não se livra da ditadura do cabelo comprido. Gente, pelo amor de todas as divindades em que cada uma de nós acredita, para que essa paranoia com o tamanho do cabelo? Mulher ter cabelo comprido é um padrão estético imposto pela sociedade tanto quanto o cabelo chapado. Você não é menos mulher porque fez o bc e tá com o cabelo curto. Ou mesmo porque você quer mudar e cortou o cabelo. Não precisa ter motivo para cortar o cabelo, aliás. Apenas reflita e não se limite! Cabelo curto é lindo, é moderno e, como disse o Everton Maciel em um texto no Papo de Homem, “Uma mulher de cabelo curto é o seguinte: ela tem uma informação para te dar; e ela não pergunta se você quer ser informado. Mulher de cabelo curto, simplesmente, informa. O resto que se dane. Mulher de cabelo curto diz o seguinte: eu tenho minha autoestima no lugar e não preciso de nada que venha de você.”

E se você já passou da fase do bc e fica de mimimi por causa do “fator encolhimento” ou chorando porque a cabeleireira cortou 1 dedo. Sério, me poupe! Cabelo cacheado precisa de vida! Corte! Tire o aspecto pesado, as pontas duplas… Ah, e fator encolhimento é o c&r@l*0! Nosso cabelo é feito de molinhas e essa é beleza dele. Se não encolhesse, não tinha cacho e a gente não tava nem aqui. Tava todo mundo lisa e igual. Não é isso que você quer, né? Então PARA de reclamar!

8. A nutrição vem de dentro

nutricao-do-cabelo-comeca-com-boa-alimentacao

Não adianta nada nutrir e hidratar o cabelo e não fazer o mesmo com o nosso corpo. A nutrição vem de dentro para fora. Então, fique de olho na sua alimentação!  A Raysa fez um post completíssimo sobre cronograma alimentar com dicas de alimento e tudo mais! Não deixem de ler!

9. Como acomodar os cachos na hora de dormir

Você lava seu cabelo todo dia porque diz que seus cachos acordam amassados, com frizz e embaraçados, certo? Acho que uma das maiores descobertas na vida de uma cacheada é saber como dormir para preservar os cachos e ter um bom day after (ou muitos). Como eu detesto dormir com coisas no cabelo, minha maior dica é: fronha de cetim e cabelo pra cima, mas existem diversas técnicas para dormir e também para preservar os cachos durante o dia. Confiram o post “Day after: dicas para manter os cachos lindos no dia seguinte

10. Como pentear o cabelo cacheado

Essa é uma das descobertas mais básicas, mas também mais importantes na vida de uma cacheada. Minha mãe tem cabelo liso e eu dos 4 anos aos 11 também tinha cabelo liso (antes era cacheado), por isso, quando meu cabelo mudou novamente, foi difícil perceber que eu não podia pentear meu cabelo seco. Acabei ficando dos 11 aos 14 anos achando que meu cabelo era um liso armado e louca de vontade de ter cachinhos como quando eu era mini-mari ou o liso de quando eu era um pouco maior. Sendo assim:

  • Nada de pentear cabelo cacheado seco!
  • Desembaraçar o cabelo ainda molhado, mas NUNCA embaixo do chuveiro ( porque os fios se rompem mais facilmente)
  • Começar das pontas e ir subindo conforme os fios forem desembaraçando.
  • Usar pentes largos (eu penteio sõ com os dedos)
  • Se puder ser de madeira é melhor porque gera menos estática (frizz).
  • Não prenda o cabelo molhado!

Mais dicas em: Como pentear cabelos crespos e cacheados?

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Você também pode gostar: