Relaxamento e permanente também são químicos!

Olá Cacheia! Tudo bem com vocês?

Bom, esse post é informativo, pessoal e até mesmo pra dar algumas dicas pra vocês. Lembrando que é o que condiz com a opinião do blog em si: nós somos contra QUALQUER tipo de química. Por favor não perguntem coisas do tipo nos comentários.

Essa semana fiquei meio ausente do blog e hoje peguei todos os e-mails, comentários e inbox pra responder e percebi mais do que nunca a quantidade de meninas que fazem relaxamento e permanente.

A Giovanna já fez um alerta aqui no blog e a Raysa também! (Duas vezes!) (Ou melhor, três vezes!)

Apesar do relaxamento e da permanente não alisarem o cabelo, não se enganem: os dois também são químicos, são todos farinhas do mesmo saco. Podem ter composições diferentes, métodos diferentes de aplicação e até resultados distintos, mas são todos químicos. O que isso quer dizer? Quer dizer que todos esses, SEM EXCEÇÃO, mudam a estrutura do fio, são prejudiciais à saúde e requerem manutenção. (Ou seja, nada daquela desculpa de “não tenho dinheiro pra tratar meus cachos por isso vou fazer permanente).

Tem uma coisa que talvez seja meio óbvia pra alguns, nem tanto pra outros, mas a raiz de hoje é a ponta de amanhã. Então se você relaxa a raiz, está relaxando o comprimento do seu cabelo, indiretamente.

O relaxamento muitas vezes é utilizado como desculpa pra quem tem o cabelo muito volumoso. Mas como sempre o Cacheia te dá uma dica NATURAL de como lidar com esse “problema” que é o volume <3 (ops, duas dicas!) (TRÊS dicas!) (Ou melhor, QUATRO DICAS!!) E a quinta, última e melhor dica de todas: Volume? Aceite!

Quanto ao permanente, muita meninas acham que fazer isso é vencer a transição. No olhar de algumas pode até ser, mas no nosso olhar, transição é quando você desiste de fazer QUÍMICA pra ter o cabelo natural (independente de qual seja). Fazer outra química para “cachear” não faz o menor sentido.

Efeitos da química no cabelo:

Cabelos secos, quebradiços, queda excessiva, ásperos, porosos, pontas duplas (triplas), dificuldade da penetração de alguns produtos (consequentemente vitaminas e nutrientes) e o principal: o efeito é irreversível. Para sair, só cortando o cabelo.

Lembrando que não existem cachos perfeitos, cachos bem definidos, cachos sem frizz, cachos com volume “perfeito”. Cachos são confusos, são bipolares, são mau humorados. O que você tem que ter por eles é amor, independente de como seja. O que existe são cachos bem cuidados.

Se você não conhece seu cabelo, melhor ler sobre ele aqui!

 

*Esse post reflete uma opinião pessoal do blog. O Cacheia é contra qualquer tipo de química, mas respeita quem decide optar por esses meios. O blog em si não incentiva nem oferece informações sobre esses métodos.

Ana Catarina

Ana Catarina, 22, reside em Belo Horizonte, MG. Profissional de marketing, estudante de comunicação, feminista, escritora no tempo livre e apaixonada por cabelos.







comments

Blog Comments

Eu fazia relaxamento com guanidina, justamente com a intenção de “baixar” a raiz. Mas quando você aplica e casa, e não enxerga o cabelo “de fora”, como um todo”, acaba passando mais química do que deveria, e em parte maior do cabelo. O resultado? Um cabelo descolorido (com uma cor horrível, aspecto de queimado), com um ondulado artificial. Quando eu olhava em espelhos de lojas (sempre que ia comprar roupa), já que eles são mais “panorâmicos”, eu via como estava horrível, maltratado, artificial. Sem brilho, sem elasticidade, sem forma. Meu cabelo não alisa fácil, mas não fica um cacho com movimento. Fora que partia muito, quebrava, tinha sempre ponta dupla. Não tinha nada que adiantasse. Lavar com xampu com sulfatos mais pesados era um pesadelo, porque ressecava ainda mais. Meu cabelo não crescia. Estava sempre “espichado”. Pra piorar, eu entrei numa onda de progressivas, disfarçadas com o nome de “tratamento”. Resultado? Mais estragos. E o mais assustador é que, quando fazemos essas químicas em casa, nunca respeitamos o intervalo correto, e acabamos fazendo de mês em mês. Eu já cheguei a aplicar e reaplicar guanidina com espaço de UMA SEMANA. Isso quando eu não alternava entre guanidina e tioglicolato num espaço de tempo mínimo. Não fiquei careca por sorte!
De um tempo pra cá, desisti de qualquer química. E entrei na transição. Depois não resisti e apliquei mais uma química (guanidina). Até que tomei vergonha na cara e larguei de vez. Poucos meses depois, descobri que estava grávida, e foi a “deixa” pra eu largar qualquer química. Agora, estou na transição novamente. Não é fácil. São SEIS meses, e a julgar pelas besteiras que fiz nos meus cabelos, vou penar por muito mais tempo pra recuperar meu cabelo. Já vejo uns cachos naturais se formando, e o brilho, a elasticidade e o movimento natural que eles proporcionam. Nossa! O cacho é perfeito! Como é que eu pude não querer esse formato antes? (Sempre assim, a gente estraga, estraga, e só reconhece que tem um cabelo lindo depois que quase o perde).
Agora resolvi cortar os xampus com sulfato pesado. Ainda uso sulfato, mas aqueles mais leves (tipo da Lola e OroAargan). Com isso, acabei me “obrigando” a largar a parafina/óleo mineral, já que esse tipo de xampu não retira, só limpa os silicones, dos quais não me livrei. Não senti necessidade.
Agora meu cabelo tá mais macio, aceita mais as hidratações e está bem mais leve. Claro, tem dias em que ele resseca muito, mas faz parte. Aprendi a respeitar meus cachos. E me sinto mais feliz. Tenho verdadeira preguiça de pensar em escova ou prancha. Sempre que penso em fazer, desisto. E assim vou ganhando essa batalha chamada transição, até que meus cachos voltem a todo vapor.

Volume: aceita que dói menos!
Dá-lhe, transição! Ansiosa pelos meus cachos.
Obrigada por todas as dicas, meninas.
Ana, você é demais!

Awwwwn Alice <3 muito obrigada querida!

Oi meninas, eu estou entrando em transição agora esse mês, faz um ano que não passo química mas a capinha estou parando só agora, ano que vem estarei no terceiro ano do ensino médio e minha formatura será em dezembro, quero que até lá eu já tenha feito o BC mas que meu cabelo também já esteja mais ou menos no queixo senão vou cair na tentação do alisamento de novo! será que até lá, se eu seguir o cronograma certinho ele já chega no mínimo a esse tamanho que eu quero? ele está muuuuuuuuuuuuuito feio mesmo, não pega texturização de jeito nenhum, então até lá só terei duas opções: bc (contanto que ele já esteja batendo no queixo) ou alisamento!
ps.: a raiz já está com 3 dedos!
O que vocês acham? ele cresce?
Bjs!

Oi Maria! Não dá pra dizer, depende muito da sua alimentação, dos seus hormônios e do seu psicológico. Você pode tomar algum suplemento vitamínico, mas antes visita seu médico.

Beijos!

Eu fiz relaxamento alguns anos atrás, e isso acabou com meu cabelo, e levou minha auto estima junto. hoje faço progressiva e muitaaa escova, quero mudar isso, cansei desse padrão de beleza que a sociedade impõe, meu cabelo é muito crespo e não cache-a de forma alguma, gostaria muito de ajuda pra deixa-lo natural e bonito, quero muito que ele cresça!

Oi Tayla! Confira nosso post sobre isso: http://cacheia.com/2013/12/transicao-capilar-o-que-e/

Responder

Madelaine Torres da Silva

Eu fazia relaxamento até pouco tempo, pois nada abaixa o volume do meu cabelo e isso me incomoda. Mas hoje eu acho que prefiro ele volumoso mas definido do que como está graças ao relaxamento, com partes definidas e outras não. Parece que alisei há um tempo atrás, não que só relaxei. Não recomendo a ninguém. Vou tentar agora nas férias seguir as dicas de vocês para diminuir o volume, obrigada!

Recentemente fiz permanente por não aguentar a transição (confesso fui fraca) mas como NUNCA tinha assumido meus cachos foi um avanço e tanto!TÔ amando ser cacheada! Não pretendo retocar pois a minha raiz esta cacheadinha s2, estou visitando vários blogs para pegar dicas, dividir angustias, etc. Amei esse post e a definição que vc deu sobre cacho é perfeita! Não existe cacho perfeito, eles têm muita personalidade assim como quem usa! AMEI vou sempre visitar e já estou seguindo no facebook

BEIJO

Oi Carla, queria trocar umas ideias sobre essa “transição” com permanente afro! To precisando de uma ajuda, se puder me add no facebook! Seria de grandeeee ajuda!

[…] quem está em dúvida: Existe alguma forma segura de fazer “escovas progressivas” ? , Relaxamento e permanente também são químicos! O cabelo cacheado é o patinho feio da nossa sociedade , Cabelo Cacheado: identidade ou […]

[…] que mudem a estrutura capilar (alisamentos, relaxamentos, definitivas). A Ana já falou sobre isso aqui, e a Raysa nos alertou também aqui. Então, sem essa de falta de informação, porque aqui no blog […]

Por muito tempo usei Alisamento (mas odiava escovar o cabelo) para diminuir o volume, depois mudei para o relaxamento e ano passado fiz (ou tentei fazer) o permanente e resolvi que seria a última vez que colocaria química no meu cabelo, já faz 11 meses desde então e estou amando as minhas molinhas e o meu volume S2 só percebe a segunda textura do meu cabelo quando ele está molhado, só ando com o cabelo solto, divando e recebendo vários elogios!! Quando alguém fala do meu volume, respondo: “Eu adoro ele assim” ou então “sou uma diva 2 bjs” rsrsrsrsrsrs Adoro o site e as dicas de vocês, vocês são demais!!

Oi Dayane! Nós que agradecemos a visita :D beijos!

[…] de tudo: você sabe o que é química? Química são progressivas, selantes, relaxamentos, definitivas, permanentes, beleza natural (SIM!) e tudo que te promete cabelos “perfeitos” (seja liso ou […]

Ontem eu fiz uma burrada enorme. O meu cabelo sempre foi elogiado por todo mundo, ele sempre teve os cachos bem definidos, macios e brilhosos. Cara de bem cuidado mesmo. A única coisa que me incomodava um pouco era volume. Eu sempre gostei de volume e tudo mais, só que o meu estava me incomodando um pouco de uns tempos para cá, e eu resolvi aplicar um relaxamento a base de guanidina (Um da Salon line, da caixa verde, nem lembro o nome mais). Segundo o tipo do meu cabelo, pedia para ficar 20 minutos mas eu só deixei 10, porque eu não queria relaxar totalmente. Só que eu acabei esquecendo que meu cabelo muda muito fácil com qualquer química, e o resultado final foi um cabelo indefinido (cacheado na raiz, liso no meio, e cacheado na ponta), com muito pouco volume e super desidratado. Hoje dei uma massagem bem forte nele, e o último problema já foi resolvido, além de que o cabelo já tá tomando um pouco de forma novamente, só que eu estou muito arrependida e triste. Não sei o que fazer para voltar pelo menos um pouco do que era, afinal eu sei que a única solução definitiva é o corte, maa meu cabelo é grande e eu demorei muito pra conseguir esse tamanho. Pode ficar feio e tudo, mas não vou virar escrava do relaxamento, nem que leve um século para o cabelo melhorar. Será que poderiam me dar algumas dicas para o cabelo pelo menos cachear um pouco mais, afinal eu nunca tive esse problema, só fazia fitagem e estava lindo.?

Ah coisa chata. Quem quiser usar química que use, quem não quer fique natural. Ja vi varias meninas quimicadas com cachos lindos e bem tratados e ja vi naturais mal tratadas. O importante é ser feliz. Eu sou natural agora por opção, mas não sou hipócrita de falar que meu cabelo relaxado era feio e quebrado. Na época da química eu cuidava bem dele e estava sempre com cachos bonitos e sem parecer artificial. Hoje em dia gasto o dobro de dinheiro pra manter meu natural bonito. E nao vem com esse papinho chato que cabelo natural gasta menos. Muita pessoas naturais que conheço pra ter o cabelo bonito sem ressecamento esta tendo de trocar os produtos e gastar mais dinheiro. Para de pregar hipocrisia, nao escreva como que vc passou servisse pra todos. Escreva como sua própria experiência que pode ou nao caber aos outros.

Oi, Paty! Tudo bem?
Aqui no Cacheia nos dedicamos a ajudar outras meninas a voltarem ao seu cabelo natural. Contudo, isso não quer dizer que estejamos falando “use o seu cabelo natural, esse é o certo e ponto”. De maneira algumas.
Defendemos em primeiro lugar a liberdade que cada uma tem para escolher o que fazer com suas escolhas.
Mas, sim, mostramos, apoiamos e defendemos o cabelo natural repeitando a todas. Sem grosseria. Sem hipocrisia.
Nesse post a Ana só quis mostrar que relaxamento e permanente também são quimicas porque muitas pessoas acham que não é e acabam danificando sim seus fios por conta disso.
Entretanto, ressalto: cada uma faz o que bem quiser com o seu cabelo ;)

Beijos!


Leave a Comment