Cabelos Crespos e Cacheados

Relaxamento e permanente também são químicos!

Olá Cacheia! Tudo bem com vocês?

Bom, esse post é informativo, pessoal e até mesmo pra dar algumas dicas pra vocês. Lembrando que é o que condiz com a opinião do blog em si: nós somos contra QUALQUER tipo de química. Por favor não perguntem coisas do tipo nos comentários.

Essa semana fiquei meio ausente do blog e hoje peguei todos os e-mails, comentários e inbox pra responder e percebi mais do que nunca a quantidade de meninas que fazem relaxamento e permanente.

A Giovanna já fez um alerta aqui no blog e a Raysa também! (Duas vezes!) (Ou melhor, três vezes!)

Apesar do relaxamento e da permanente não alisarem o cabelo, não se enganem: os dois também são químicos, são todos farinhas do mesmo saco. Podem ter composições diferentes, métodos diferentes de aplicação e até resultados distintos, mas são todos químicos. O que isso quer dizer? Quer dizer que todos esses, SEM EXCEÇÃO, mudam a estrutura do fio, são prejudiciais à saúde e requerem manutenção. (Ou seja, nada daquela desculpa de “não tenho dinheiro pra tratar meus cachos por isso vou fazer permanente).

Tem uma coisa que talvez seja meio óbvia pra alguns, nem tanto pra outros, mas a raiz de hoje é a ponta de amanhã. Então se você relaxa a raiz, está relaxando o comprimento do seu cabelo, indiretamente.

O relaxamento muitas vezes é utilizado como desculpa pra quem tem o cabelo muito volumoso. Mas como sempre o Cacheia te dá uma dica NATURAL de como lidar com esse “problema” que é o volume <3 (ops, duas dicas!) (TRÊS dicas!) (Ou melhor, QUATRO DICAS!!) E a quinta, última e melhor dica de todas: Volume? Aceite!

Quanto ao permanente, muita meninas acham que fazer isso é vencer a transição. No olhar de algumas pode até ser, mas no nosso olhar, transição é quando você desiste de fazer QUÍMICA pra ter o cabelo natural (independente de qual seja). Fazer outra química para “cachear” não faz o menor sentido.

Efeitos da química no cabelo:

Cabelos secos, quebradiços, queda excessiva, ásperos, porosos, pontas duplas (triplas), dificuldade da penetração de alguns produtos (consequentemente vitaminas e nutrientes) e o principal: o efeito é irreversível. Para sair, só cortando o cabelo.

Lembrando que não existem cachos perfeitos, cachos bem definidos, cachos sem frizz, cachos com volume “perfeito”. Cachos são confusos, são bipolares, são mau humorados. O que você tem que ter por eles é amor, independente de como seja. O que existe são cachos bem cuidados.

Se você não conhece seu cabelo, melhor ler sobre ele aqui!

 

*Esse post reflete uma opinião pessoal do blog. O Cacheia é contra qualquer tipo de química, mas respeita quem decide optar por esses meios. O blog em si não incentiva nem oferece informações sobre esses métodos.

You may also like