Cronograma Capilar

Qual etapa do cronograma capilar meu cabelo está precisando?

Lavagem de Cabelo - Termos

Já falei aqui no blog e lá no Facebook do Cacheia, não sigo o cronograma capilar ao pé da letra. Quer dizer, até tenho me policiado para fazer hidratações e nutrições rápidas durante o banho, como contei no post “5 Dicas para cuidar do cabelo crespo/cacheado no inverno“, mas só faço uma das etapas com receita caseira, touca e 30 minutos esperando quando sinto necessidade e estou com tempo.


Como isso é possível? Bom, em primeiro lugar preciso dizer que aceito meu cabelo do jeito que ele é. Gosto do volume, gosto do frizz (até um certo ponto, claro), gosto da definição. Enfim, gosto dele assim. Em segundo lugar, não deixei de ser escrava do alisamento e da progressiva para ser escrava de cronograma e cabelo cacheado perfeito e que nada no mundo abala. Eu, hein. Tô fora!

Para cuidar do meu cabelo de modo que ele ficasse bonito e eu não vivesse em função dele, aprendi a entender suas necessidades. Minha maior dúvida era: que etapa do cronograma eu faço? do que o meu cabelo precisa? Depois de muito pesquisar e ver outras meninas, testei e cheguei a algumas conclusões. Vamos lá:

Quando o meu cabelo precisa de Hidratação (H)?

Hidratar é repor a água que o cabelo perde no dia-a-dia. Ela é responsável pela maleabilidade, maciez e sedosidade dos cabelos e os principais sintomas da falta de hidratação são:

  • falta de maciez, brilho e movimento;
  • cabelo fica mais pesado e embaraçado;
  • aspecto ressecado

Além disso, é fundamental hidratar o cabelo antes de nutrir ou reconstruir. Por exemplo: você pode hidratar o cabelo hoje e na próxima lavagem nutri-lo.

Quando o meu cabelo precisa de Nutrição (N)?

Nutrir é repor os lipídios do cabelo, ou seja, sua oleosidade. Já falei isso aqui: o cabelo encaracolado não consegue levar a oleosidade natural do couro cabeludo até as pontas. Por isso, precisamos dar uma forcinha. Primeiro fazemos a hidratação para repor a água e depois fazemos a nutrição para manter a água no fio e selá-lo. A nutrição é a responsável por dar brilho, definição e corpo aos fios e os principais sintomas da falta de nutrição são:

  • cabelo com volume excessivo e pouca definição;
  • frizz
  • pouco brilho
  • aspecto sem vida

Essa etapa é a minha preferida, mesmo que seja considerada apenas uma maquiagem no fio, por só selá-lo. Faço uma vez por semana, ou com umectação ou com máscara de nutrição no banho mesmo.

Observação: lembre-se que e nutrição devolve a oleosidade para o cabelo e se você fizê-la com óleos naturais vai ter um efeito ainda maior, portanto, cuidado para não exagerar e ficar com o cabelo oleoso.

Quando o meu cabelo precisa de Reconstrução (R)?

A reconstrução repõe as proteínas do fio, devolvendo massa e a queratina ao cabelo e tirando o aspecto de cabelo opaco, quebradiço e sem vida. É necessário fazer quando estamos abandonando a quimica (que destrói a estrutura do fio), quando nossos cabelos ficam muito expostos a fatores externos como chuva, vento, água quente, shampoo com parafina…

  • excesso de frizz (mesmo fazendo as outras etapas)
  • pontas duplas (hora de cortar, hein?)
  • fios fracos, quebradiços e porosos
  • queda excessiva (é normal cair até 150 fios por dia)
  • aspecto de cabelo danificado

Obs: A reconstrução só pode ser feita de 1 a 2 vezes por mês, senão o efeito é contrário e o cabelo fica duro!

Dicas finais

Outros fatores devem ser analisados: quantas vezes por semana lava o cabelo, se o shampoo tem ou não parafina, onde o shampoo é aplicado, se usa secador, difusor ou babyliss, há quanto rempo não corta o cabelo, etc. Pois tudo isso contribui para um cabelo mais ressecado.

O mais importante é prestar atenção nas dicas que seu cabelo te dá e nunca exagerar demais em só uma etapa. Sabe aquela regrinha de que tudo em excesso faz mal? Para o nosso cabelo também vale! Se ele já está bem hidratado, o excesso de água vai deixar o fio pesado e muitas vezes frágil (lembrem-se que não estamos um estoque para ir guardando o que não precisamos agora e usar depois).

A hidratação é uma das etapas que você mais terá que fazer, mas ela sozinha não ganha a guerra não. Use-a como aliada das outras duas e sempre intercale as etapas (respeitando as regrinhas já citadas) e analisando do que o seu cabelo precisa.

Para finalizar, não se esqueçam que essas são as minhas impressões e o que eu aprendi em grupos e blogs. Se você tiver uma opinião diferente, me conte e vamos trocar ideias!

Lembrete

Cabelo é tecido morto. Isso significa que o cronograma não recupera o fio em sua estrutura, mas sim na superfície, como uma maquiagem. Por isso, precisamos criar uma rotina de cuidados e cortar sempre. Obs: Vou fazer um post mais completo sobre isso, mas estou procurando profissionais que possam explicar direitinho cada detalhe para vocês!

Beijos, Mari ;)

You may also like