Dicas

Como acabar com o frizz – Aprenda 10 dicas (de ouro)!

Controlando o frizz

9 a cada 10 crespas e cacheadas sofrem com ele. Mas como acabar com o frizz? Esse danadinho é causado por muitos fatores, como a estrutura natural do fio, falta de hidratação das madeixas e até pelo clima.  Reza a lenda que eliminá-lo é algo praticamente impossível, mas tem como melhorar (e muito!) a situação dos bonitinhos. Nessa foto horrenda que eu tirei após uma sonequinha, por exemplo, o frizz estava impossível, incontrolável, indomável. Era inverno, eu tinha dormido com uma fronha super “irregular” e ainda por cima tinha tomado um banho pelando no dia. Resolvi o frizz com algumas dicas simples que eu expliquei mais abaixo.

Acho importante destacar que existe uma diferença muito grande entre tratamento e maquiagem. Quando tratamos, buscamos combater a causa dos fios arrepiados, enquanto a maquiagem apenas doma os fiozinhos rebeldes com silicones e cremes. Este post será focado nas formas de tratamento, afinal soluções definitivas são mais interessantes, certo?

 

1. Mude a maneira como você seca o cabelo após o banho

O frizz é um fenômeno estático, e o atrito é responsável pelo aumento dos arrepiados. Uma sugestão que fará com que você brilhe: troque a toalha comum por tecidos de algodão, ou até papeis toalha (de cozinha mesmo). No início, eu secava com papel toalha, mas como eu não estava afim de jogar o dinheiro da família todo fora com papeis toalha, resolvi usar uma camisa velha de algodão que eu tenho em casa.

2. Acrescente leite de coco nas suas hidratações caseiras

Leite de coco para cronograma capilar - reduza o frizz

A dica veio da Ana, e realmente auxiliou muito a reduzir o frizz. Quando for fazer alguma hidratação, acrescente uma colher de leite de coco.  No cronograma capilar, leite de coco encaixa na etapa de hidratação, enquanto o óleo encaixa na etapa de nutrição.

 

3. Evite o uso frequente de shampoos (sulfatos) fortes

A maioria dos shampoos são feitos de sulfactantes fortes, que são substâncias responsáveis pela limpeza dos fios e dos compostos insolúveis das máscaras, como óleos minerais. Infelizmente, os sulfatos presentes no shampoo detonam e ressecam os fios, provocando, entre muitos efeitos, o frizz. Se você lava seus cabelos com muita frequência, e observa o aparecimento do frizz, evite lavar o cabelo com shampoo tantas vezes na semana. Caso note o cabelo pesado, pode fazer alternar lavagens de shampoo com o condicionador. A técnica low/no poo, que significa pouco ou nenhum shampoo auxilia no combate ao frizz. Mas você não precisa seguir a técnica a risca; Diminuir o uso do shampoo já ajuda (e muito!) a reduzir o ressecamento e diminuir o frizz.

 

4. Aposente a sua escova de plástico

Pentes de madeira para diminuir o frizz.
Pentes de madeira ajudam a diminuir o frizz.

O pente de madeira é o queridinho das cacheadas e era usado no tempo da vovó! A madeira evita a eletrização dos fios, diminuindo frizz e quebra do cabelo. Além disso, um pente de madeira bem cuidado pode durar uns dez anos, hein! Olha a economia, minha gente! Outro cuidado importante: evite pentear o cabelo seco. Desembarace seus fios durante o banho, com o condicionador, quando estão mais molinhos. Pentear seco causa quebra, e o frizz aparece.

 

5. Não lave seus cabelos com água muito quente

Quando o frizz está concentrado no topo da cabeça, mas não se “espalha” no comprimento dos fios, a causa é uma só: água quente! Repense o tempo que você gasta lavando os cabelos, e principalmente, a temperatura da água. Quando esta está muito quente, os arrepiados aparecem e o cabelo resseca bastante.

Atualização (08/2014): Dica da blogueira amiga: Nesse inverno que fez mais friozinho, eu abusei da água pelando e o cabelo sentiu bastante os banhos quentes. Tente, ao máximo, usar a água mais morninha.

6. Invista no cronograma capilar

Quando o cabelo está em falta de óleos, água ou até queratina, o frizz aparece. Para repor todos esses nutrientes que os cabelos precisam, existe uma rotina de cuidados chamada Cronograma Capilar. Nesta, você divide o cuidado com os cabelos em etapas – hidratação, nutrição e reconstrução. A hidratação devolve água para os fios, a nutrição devolve óleos e vitaminas e a reconstrução agrega proteínas. Fazendo o cronograma direitinho, você observa que parte do frizz é mandada pra bem longe.

 

7. Último enxague com água gelada

De certa forma, essa dica está relacionada à número 5.  Eu descobri recentemente que a água gelada funciona como uma espécie de “selante” dos fios, ou seja: é muito amiga dos cabelos crespos e cacheados! Quando estiver lavando os fios, especialmente no verão, dê um último enxague com a água gelada do chuveiro. O frizz vai diminuir drasticamente! (Não vai se matar no inverno fazendo isso não, ok? É melhor ter frizz do que ter gripe! :])

 

8. Vinagre de Maçã

O vinagre sela as cutículas, diminuindo o frizz e deixando o cabelo mais brilhoso. Dilua 1 colher de vinagre em 500ml de água, e depois que você tiver condicionado o cabelo, e enxaguado, ‘jogue’ o vinagre e não enxague. O vinagre ideal é o de maçã.

 

9. Combata a porosidade com mel e limão

A porosidade é a propriedade que os fios do cabelo têm de absorver, ou não nutrientes, água, e etc. Se suas escamas estão muito abertas, sua porosidade está “alta”, favorecendo o aparecimento do frizz. Uma das técnicas para reduzi-la, é acrescentar nas hidratações 1 colher de mel e 1 colher de limão! Mas cuidado com esses ingredientes, pois alteram o pH do cabelo. Falando em termos práticos, 2x por mês é um número razoável.

 

10. Cetim é seu melhor amigo

Alguns tecidos aumentam a estática, favorecendo o aparecimento do frizz. Então, dica amiga: durma em fronhas de cetim, ou enluve seus cabelos com ela, diminuindo drasticamente o frizz do dia seguinte.

—————–

 

Dicas extras (Revitalização)

 

Além de tratar os fios arrepiados, você pode também maquiá-los, de forma temporária.

– Com os cabelos já secos, use o secador com o jato frio para domar os fiozinhos rebeldes.

– Utilize borrifadores no day after para tratar algumas partes do cabelo com mais frizz.

Não arranque os fios que viraram frizz! Eles vão crescer pequenininhos e vão virar frizz novamente! Arrancá-los cria um circulo vicioso. Por enquanto a reposta é tratamento.

– Evite prender o cabelo com elásticos, especialmente aqueles de dinheiro que arrebentam muitos os fios.

– Utilize geis e mousses em regiões que o frizz for mais rebele.

– Aceite que dói menos: todo cabelo crespo e cacheado tem frizz.

Nessa foto que ilustra o post, eu estava no meu 2º day after, e fiz a revitalização da seguinte maneira: molhei o cabelo inteirinho com o borrifador de chá de hortelã, bem geladinho (deixei 20 minutos na geladeira antes de usar), e em seguida coloquei um pouquinho de creme de pentear no cabelo inteiro. Penteei com meu queridinho pente de madeira, e depois finalizei amassando com gel e mousse! =’)

 

Revitalização para diminuir o frizz

 

Percebam que eu só consegui diminuir o frizz, mas não sumir com ele! E tá tudo ok, porque frizz faz parte! =)

—————–

Isto é tudo, pessoal! Espero que gostem e aproveitem as dicas de ouro (conquistadas com muitos experimentos capilares) para reduzir o frizz. Qualquer dúvida, vocês podem mandar nos comentários que terei imenso prazer em respondê-los!

 

Beijocas encaracoladas,

 

You may also like