Pessoal

Análise Crítica do Salão Beleza Natural – Belo Horizonte

O primeiro sentimento que experimentei quando entrei no Beleza Natural foi conforto. Pela primeira vez em muito tempo, senti que estava pisando em território estável para meus cachos. No entanto, essa sensação de segurança e conforto se desfez aos poucos ao longo da minha estadia no salão.

O primeiro salão do Beleza Natural foi aberto em 1993 no Rio de Janeiro, e em abril de 2014 a filial de Belo Horizonte foi inaugurada. Falarei  aqui, especificamente, do salão do Shopping Estação (Vilarinho).

 


Logística

  • Nota: 1/5
Linha de Montagem - Salão beleza natural
Foto: Revista B+

O salão funciona como uma linha de “montagem”, e você não precisa marcar horário antecipadamente. Ao chegar ao salão, você efetua seu pagamento, e passa por diferentes setores, para receber por aquilo que pagou. Por exemplo, eu faria somente o corte de cabelo (o meu BC), então eu passaria pelo setor de lavagem dos fios, pelo setor do corte, e por último, pelo setor da finalização.

Essa logística é bem interessante, porque, por um lado, os tratamentos são realizados rapidamente, e você não perde tempo no salão, sem precisar se preocupar com marcações anteriores. Isso é ótimo porque, atualmente, temos tanta coisa pra fazer, e tão pouco tempo. Por outro lado, não nos conectamos com as pessoas que cuidam dos nossos cabelinhos, e o salão, que antes era espaço da conversa fiada, das notícias do dia e das fofocas, se tornam um lugar distante do consumidor.

A logística da linha de montagem se deu de maneira negativa para mim. Explico: os setores do salão estavam completamente desconexos. Eu estava com uma “agenda” super apertada, e cheguei no salão às 10h da manhã, e só poderia ficar até meio dia, no máximo. Ou seja, eu tinha duas horas de folga para fazer um corte, o que é bem razoável Fiquei esperando em uma cadeira mais de meia hora, no setor errado. Durante todo o tempo, as meninas que trabalhavam ali me falaram que deveria esperar naquela cadeira, até ser chamada, coisa que nunca aconteceu. Fui informada por uma outra cliente que estava do meu lado que eu não devia esperar até que alguém chamasse, e tinha que ir direto nas estações, sentar no lavatório e falar pra elas lavarem, chegar na moça que estava cortando e falar pra ela cortar. Não gostei. O sistema de senhas não era digitalizado e não era controlado por ninguém.

Qual a vantagem de uma “linha de montagem” se ela não economiza seu tempo?


 

Corte

  • Nota: 5/5

Corte no Salão Beleza Natural BHQuando consegui ser atendida, meus cabelos foram lavados e uma cliente me disse para onde eu deveria ir para receber o corte. Não pedi o nome da cabeleireira que cortou, e me arrependi, porque ela tinha uma mão abençoada. O cabelo definiu muito, antes mesmo da finalização. No começo eu estava bem insegura, quase arrependida, pedindo pra ir embora. Ela me transmitiu a confiança necessária na “hora do ‘vamo‘ ver”.

O BN possui, também, um book de cortes, bem interessante, com vários modelos curtos, médios e longos, que podem ser adaptados pro comprimento que você deseja. Eu paguei R$ 35,90, e esse preço é bem razoável quando comparado à média do mercado.

Ponto positivo: a escova custa quase R$50,00, e essa é uma maneira incrível de desencorajar a chapinha! Uma super hidratação custava R$45,00, então é mais vantagem fazer o tratamento OU cortar os fios, do que sair do salão com eles alisados. Palmas para o Beleza Natural.

 


 

Finalização

  • Nota: 3,5/5

Quem finalizou os meus cabelos era uma moça muito querida, que me tratou com educação, e tratou meus fios com carinho. Eu pedi pelo creme de pentear “levíssimo”, e achei que ele pesou bastante meu cabelo, ao ponto de deixar ensebado e eu ter que lavar no mesmo dia. Mas eu não vou contar isso negativamente na avaliação do salão, porque eu sigo a técnica low poo e a parafina do creme de pentear pode ter influenciado.

As meninas finalizam os fios como se estivessem fazendo uma “fitagem mais brusca”, o que é bem legal. É interessante quando vemos nossas técnicas sendo aplicadas, não é?

O que eu notei, observando várias e várias meninas que tinham os cabelos finalizados, é que a política do salão me pareceu a seguinte: encher o cabelo das clientes de creme. Ao ponto de ficar branco.  Tinha menina saindo do salão com o cabelo colado na testa, parecendo que tinha enfiado os fios em um balde com leave in.

O que mais doeu, e doeu na alma, foi notar que quanto mais afro (lê-se black power, tipo 4) era o cabelo, mais creme elas tacavam no bendito, pra “domar”. Não gostei disso, e deixo essa política em aberto caso o salão queira esclarecer se minha interpretação foi equivocada ou não.

Atualizando: De acordo com o comentário da Liliane, que trabalha no Salão, a quantidade de creme é proporcional à hidratação que seria necessária ao cabelo. Então quanto mais seco, mais creme de pentear.


 

Polêmica: Super Relaxante

  • Nota: 0/5

O forte do Beleza Natural não é o corte, ou as hidratações. Isso era notório, tanto no tamanho das estações, quanto no número de clientes que iam ao salão apenas para relaxar. A maior estação, de longe, era a do super relaxante, responsável pela fama do Salão.

Assim que eu cheguei, bati papo com algumas atendentes sobre preços, tratamentos e perguntei se seria interessante pra mim o Super Relaxante. A resposta foi: não! Eu imaginei que eles ficariam oferecendo o relaxamento, o que não aconteceu. No entanto, quando eu perguntei para a moça da finalização o porquê, ela respondeu que meu cabelo “não precisava”. Como assim, não precisava? Eu tenho uma juba 2C-3A-3B, tenho bastante frizz e volume, e pouca definição em algumas partes da cabeça,  De acordo com a proposta do próprio site, o relaxamento “tira o volume dos fios, tornando os cabelos crespos e ondulados mais maleáveis, brilhosos e com os cachos definidos.” Uai, então o procedimento seria indicado à todos os tipos, não é?

A atendente me explicou que o relaxante é mais indicado para cabelos crespos, para “abrir os cachos e fazê-los cair”.

Pera aí. Um salão que se chama “Beleza Natural”, quer abrir os cachos com o relaxante? Que tipo de beleza natural é essa em que fios domados e controlados são “bonitos”? Depois de tudo que temos que ouvir no “mundo lá ora” sobre o cabelo crespo, nós temos que ouvir dentro de um salão especializado? Qual o problema do crespo ficar pro alto? Cabelo crespo não é cabelo liso. 

Além disso, de acordo com informações disponibilizadas no próprio site da empresa, “Todos os meses, milhares de clientes vêm ao Beleza Natural em busca de autoestima e liberdade.” Ok. Interessante. Depois, vemos, na história da Zica, e do salão: “Na década de 70, Heloisa Assis não estava satisfeita com os cabelos. Não queria alisá-los, mas não existiam produtos no mercado que ‘domassem’ os seus cachos.” Cachos não precisam ser domados por nós. Cabelo natural fica onde ele quer ficar.

E tem mais uma coisa: de acordo com o próprio Beleza Natural, o super relaxante deve ser feito mensalmente. Ou seja, qual a vantagem de ficar livre de uma química de alisamento, e se tornar escravo de uma química que vai “domar os cachos”? Honestamente? Isso é trocar o sujo pelo mal lavado. Cabelo não quer e não precisa ser controlado. Liberdade está justamente na autonomia de usá-lo natural.


 

Atendimento

  • Nota: 5/5

Todas as funcionárias foram muito educadas e muito simpáticas, apesar de estarem tão perdidas nas linhas de montagem quanto eu. Não tive qualquer problema, ou atrito com nenhuma delas, e todas sabiam tudo sobre transição, fitagem, leave in, e todas essas coisas que nós amamos falar sobre!


 

Localização

  • Nota: 5/5

Não vou considerar o critério de ser “longe” ou “perto”, porque é longe da minha casa, mas pode ser perto da sua. O critério principal, aqui, é o de acessibilidade: O local é de fácil acesso por transporte público, tanto por metrô ou ônibus. O salão fica dentro de um shopping center, e a estação de metrô é literalmente “colada”  nesse shopping. Colada mesmo.

Quem quiser ir de carro, o acesso também é facilitado, com estacionamento (pago).


Produtos

  • Sem nota :((

O Beleza Natural tem uma fábrica própria que produz todos os cosméticos utilizados no salão, também vendidos para quem se interessar por eles. Eu não pude fazer uma avaliação dos produtos porque não os testei, nem tive acesso às composições. Eu olhei os ingredientes do creme de pentear Levíssimo e do Brilho Intenso, e ambos tinham bastante parafina e petrolatos. Honestamente, eles grudam nos fios e impedem que os tratamentos penetrem, então prefiro não utilizá-los. No entanto, como eu disse, não tenho condições de avaliá-los melhor, e não tirei mais fotos porque as atendentes não deixaram :((


Em suma: faltou carinho com o cabelo afro natural

  • Nota final: 3 ,1/5

 

 


Não tenho qualquer vínculo com o Salão Beleza Natural, e não busco aqui realizar qualquer tipo de divulgação da marca. Realizo aqui um trabalho jornalístico justo e íntegro, que é honesto por responsabilidade aos leitores e leitoras, de acordo com a minha experiência dos serviços prestados pelo Instituto. O Beleza Natural não foi avisado da crítica.

You may also like