Meu cabelo é crespo como faço para ter cachos?

como cachear cabelo crespo?

O Cacheia é um espaço para compartilhar e trocar informações sobre transição capilar, cuidados com cabelos ondulados, cacheados e crespos, feminismo e outras coisitas mais. Nosso objetivo é que através das dicas, das fotos, dos textos e de tudo que a gente posta cada vez mais mulheres possam fortalecer a própria autoestima. Nós acreditamos que a transição capilar pode ser um meio de redescobrir a beleza do cabelo natural e valorizamos todas as  texturas capilares. Sempre tentamos compartilhar por aqui várias dicas úteis para cabelos ondulados, cacheados e crespos. Mas o que tem me preocupado um pouco é o volume de mulheres que nos procuram com uma mesma dúvida: como transformar cabelos crespos em cacheados.  Foram tantas mensagens semelhantes que acrescentamos essa dúvida no nosso álbum de dúvidas frequentes. Então vamos lá conversar sobre o assunto com um tiquinho mais de calma.

Recentemente, o número de mulheres que estão passando pela transição capilar (mesmo sem saber que ela tem esse nome) cresceu muito. Mas é perceptível também que em vários espaços novos como páginas, grupos e nas próprias propagandas dedicadas a essa nova demanda cresce também um modelo de cabelo ideal. Muitas imagens que circulam pelo Facebook e Instagram incentivam que as mulheres soltem os cachos, mas poucas incentivam que as mulheres de cabelos crespos também soltem seus cabelos crespos.

Muitos produtos desenvolvidos para cacheadas e crespas acabam projetando em suas fórmulas aquilo que acreditam ser “soluções” e qualidades desejadas: fim do frizz, cachos definidos e “alinhados/comportados”. Algumas marcas já sacaram que existem diferentes texturas capilares e que elas possuem características e necessidades diferentes. Outras não. No texto “Cabelo crespo está na moda?” discuti um pouco desse meu incômodo em relação à valorização dos cabelos cacheados em detrimento dos cabelos crespos, mas gostaria de continuar esse debate dessa vez falando diretamente às mulheres crespas.

Meu cabelo é crespo. Segundo essas tabelinhas a textura predominante é 4A. Isso significa que meu cabelo forma cachos pequenos e que os fios são super fininhos e sensíveis. Dependendo da finalização ele pode formar cachinhos bem definidos ou não, pode ficar super volumoso ou bem baixinho.

DSCF9667-horz

Os crespos 4B formam cachinhos ainda menores que os meus, são bem fininhos e igualmente delicados. Vejam aí exemplos de blogueiras que possuem essa textura capilar:

cabelo crespo tipo 4B

Lindos né? <3 Já o poderoso crespo 4C tem um padrão de ondas em “Z”.  Ele pode formar cachinhos bem pequenos em algumas partes, muito parecidos com a textura 4B ou não apresentar cachos. Os fios do cabelo 4C ficam bem juntinhos e podem encolher até 75% do tamanho original. 

CRESPOS4C

Muitas mulheres que possuem texturas 4B e 4C nos procuram receitas e produtos para deixar os cachos definidos e algumas vezes querem saber também sobre os métodos de encacheamento e super relaxantes para “descer os cachos”. Essa busca por um cabelo cacheado ideal às vezes é potencializada pela pressão da família, dos amigos e algumas vezes do próprio companheiro e a gente sabe o quanto isso dói. Quantas meninas crespas não ouviram frases como “seu cabelo é difícil de lidar”, “seu cabelo é o mais ruim da família”, “você tem cabelo de bombril”, “cabelo carrapinha”.

Várias pessoas estão muito mais dispostas a aceitar cabelos cacheados que aceitar os cabelos crespos e para isso elencam os argumentos mais diversos: dizem que trata-se de um cabelo “exótico” que só “combina com quem tem estilo”, dizem que as mulheres crespas que usam seus cabelos naturais só querem “chamar a atenção” porque estão usando o cabelo volumoso e que isso é um “exagero”. Sim, isso existe. E tem mais: a aceitação do cabelo crespo envolve uma discussão muito maior que aponta para as relações raciais que ocorrem no Brasil e com esse racismo velado que vivenciamos todos os dias. É exatamente por isso que falar sobre o cabelo 4C  e a hierarquização de texturas é muito importante.

Mas hoje o que gostaria de fazer, mais do que apontar para todas essas coisas é deixar claro que o Cacheia não incentiva o uso de super relaxantes, encacheamentos e permanentes para criar cachos em cabelos crespos, todavia, todas essas técnicas estão disponíveis e você pode lançar mão delas se quiser.  Você é completamente livre para isso. De qualquer modo, a gente ainda vai ter muita coisa pra compartilhar, certo? Receitas caseiras, dicas de produtos para tratamento, histórias, debates e por aí vai. Mas antes de qualquer coisa, meu objetivo principal com essa postagem é apresentar pra vocês inspirações de mulheres crespas maravilhosas e compartilhar links úteis para te ajudar a cuidar do seu crespo.

perguntas frequentes: como cachear cabelo crespo? O que eu quero te dizer moça, é que seu cabelo não é duro. Ele é macio. Ele pode sim, ser um pouco mais fino e frágil, então é preciso ter atenção quando for colorir/descolorir. Ele tende a ser mais volumoso (o que é ótimo!) e precisa de alguns cuidados para não ficar ressecado (como qualquer tipo de fio, aliás). Os cabelos crespos possuem uma versatilidade maravilhosa! E sim: eles crescem e muito! Acontece que os cabelos crespos apresentam um fator encolhimento bem maior que as outras texturas.

Não fique aflita porque seu cabelo não está “descendo”. O cabelos crespos também ganham peso quando ficam mais longos. Quando estão curtos ou médios, dependendo do corte, podem formar um black power super lindo!

Listei acima várias blogueiras e youtubers que possuem cabelos crespos. Que tal visitá-las para se inspirar? Quanto mais você pesquisar sobre o seu cabelo, mais você vai conhecê-lo e mais fácil vai ser estabelecer uma rotina de cuidados com ele.

Aqui no blog temos uma playlist de vídeos com vários penteados para cabelos crespos curtos, confira lá!

Nesses álbuns do Pinterest dá pra encontrar ideias para cores, penteados, tranças, cortes e muito mais:

1- https://br.pinterest.com/4chairchicks/4c-natural-hair/

2- https://br.pinterest.com/rhazkill/4c-hair-style-ideas/

Nesse post aqui fizemos um bate-papo super legal sobre os crespos 4C:

Papo 4C: Transição capilar, cabelo crespo, produtos capilares e racismo

Tem também essa crônica linda:

Crônica: a negona no espelho

Se você quiser brincar com as texturizações vez em quando, confira esse post.

Seu cabelo provavelmente vai amar óleos vegetais! Veja como fazer umectação nesse post e descubra um modo de deixar os fios ainda mais macios e cheios de brilho.

Veja nesse link várias receitas caseiras para cuidar do seu crespo:

 Como seguir o cronograma capilar com receitas caseiras

Se quiser estabelecer uma rotina de cuidados mais programada, confira dicas e sugestões nesse post:

Cronograma capilar – SOS Cabelo

Veja nesse post aqui algumas receitas para usar no borrifador:

O que tem no borrifador

Tenho testado vários produtos para cabelos crespos. Você pode ver o que já resenhei até agora nesse link.

Leia também:
O tipo 4 e a hierarquização capilar

Maressa De Sousa

Maressa, 22 anos, baiana. Graduada em Ciências Sociais. Ama filmes e livros de ficção e aventura. Para ela, a transição capilar marcou o início de muitas outras transformações.







comments

Comentários

arrasou Maressa, minha conterrânea, vamos aceitar quem somos de verdade gente!!!!

Olá meninas do cacheia! Estou amando o blog de vocês, decidi largar as químicas faz um mês e as dicas que vocês passam pra gente é muito útil e ajuda muito por isso deixo meu muito obrigado… Porém com a minha decisão de largar as químicas e assumir meu novo estilo e meu novo “hair” mas junto com essa decisão veio o preconceito minha mãe é evangélica e hoje quando estava terminando de me arrumar pra acompanha-la á igreja coloquei minha faixa e soltar meus cabelos (fiz uma fitagem) daí simplesmente ouvi um”cuidado com esses estilos doidos” isso me doeu um pouco, porque assumir o que a gente é não é fácil… Mas não desisto de ser quem eu sou, de assumir meus cabelos naturais. Infelizmente hoje ainda existe um preconceito quanto a sermos negros, brancos, cabelo liso, cabelo crespo ou cacheado. Mas enfim obrigada por criar esse espaço que de uma certa forma me ajuda e me dá forças pra seguir na luta em assumir meu próprio eu.. <3

Muito obrigada por compartilhar seu relato com a Niele e muita força na transição, precisando estamos por aqui! <3

Não se preocupe com isso de “estilo doido”. Se ela falar isso, diga que foi o Deus que ela ama que te fez desse jeito, com os seus cachinhos, e que Ele vai ficar muito mais feliz por ver que você ama do jeito que Ele te criou!

Texto perfeito, espero que quem leia consiga se sentir bem consigo mesmo da forma que é, por que não existe nada melhor do que isso na vida de alguém

Responder

Aline Da Silva Santos

O cabelo da Luciellen não é 4C, é um 4A. Ela não usa creme de pentear e prefere ele sem definição e com bastante volume, mas se você assistir um vídeo de finalização dela verá. Além de que ela mesmo explica a quem pergunta. É importante corrigir isso, pois caso alguém busque cuidados para o cabelo tipo 4C especificamente, vai acabar se confundindo.

Obrigada pela informação Aline! :) Conversei coma Luciellen e ela já me indicou outra blogueira maravilhosa, a Rose Hapuque <3

Texto ótimo e muito necessário! o que mais vejo nos grupos de transição é menina dizendo que quer parar de alizar mas não quer ter “Cabelo Black” fico bem chocada mesmo! as meninas precisam se conscientizar que transição não é pra ter aquele cabelo cacheado caindo calmamente em ondas pelas costas, tem que se aceitar mesmo! eu estou em transição e nem sei qual cacho tenho, fiz um semi BC e to cortando aos poucos! não vejo a hora de conhecer meu cabelo mas eu ja aceito ele como é e to nem ai para o que falam!

Finalmente alguma discussão que fala da aceitação do cabelo crespo! Eu vejo muuuuita gente incentivando todo mundo a “voltar aos cachos”, voltar a usar natural, e vejo muitas pessoas aderindo a esse movimento, mas se esquecem de falar para as pessoas que nem todo cabelo vai formar os cachos lindos maravilhosos das blogueiras que elas estão acompanhando. Digo isso porque é comum ver comentários de mulheres crespas reclamando e perguntando porque o cabelo delas não cacheia. O cabelo cacheia sim, mas o cacho é bem diferente daquele cacho que passa na televisão, e diferente às vezes da pessoa que ela está lendo. E o cabelo crespo não é mais ou menos bonito que o cacheado só por isso, que também está começando a acontecer agora: uma hierarquização dos tipos de cabelo.

E as pessoas ainda aceitam mais o cacheado que o crespo. Digo isso porque vejo na minha vida, adoraria que algum blog sobre cabelo levantasse essa discussão um dia. Meu cabelo é cacheado e eu ouço com uma frequência que me dói, coisas como (falando de cabelo crespo/cacheado) “seu cabelo é DIFERENTE, ele forma cachinhos bonitos”, “os cachinhos são arrumadinhos, não fica bagunçado e feio” (meu cabelo não tem muito volume), “seu cabelo NÃO CRESCE PRA CIMA como de algumas pessoas” (foi uma vez em que falávamos sobre demora pro cacheado crescer). Entre outras coisas que prefiro nem escrever. Quando as pessoas falam esse tipo de coisa, o que eu ouço por trás das palavras ditas é “SEU CACHEADO É BONITO, O CRESPO DELAS NÃO”. Isso é, se é que essas pessoas realmente acham meu cabelo bonito, podem falar só pra agradar. Mas enfim, ainda é difícil para as pessoas entenderem que cabelo crespo não é feio, cabelo crespo não é ruim, cabelo crespo não é exótico, estranho ou esquisito, cabelo crespo é cabelo crespo oras, e é bonito da forma que ele é!

E já que é pra falar isso, não sei se vocês meninas do blog percebem, tanto em relação ao cacheado quanto ao crespo, que existe um tal de “tem que tá hidratado pra tá bonito” que às vezes me incomoda. Na sala onde eu estudo, só tem eu e mais uma menina cacheada, as outras são todas lisas, alisadas ou tem cabelo ondulado, nada que chame atenção. E aí nessas discussões sobre cabelo (acontecem muito porque eu faço estágio onde tem crianças negras, de cabelo crespo, que acham o cabelo delas horríveis e o das estagiárias lindos, maravilhosos), surgiu uma questão sobre oficina de beleza. E a ideia era fazer algo para essas crianças entenderem que o cabelo delas é bonito da forma como são. A ideia era essa, mas na prática, as meninas queriam fazer hidratações, relaxamentos e mais um monte de coisas para tentar cachear o cabelo dessas meninas, tentando enquadrar o cabelo delas naquilo que nós (elas né) entendem como bonito. Acabou que a gente não fez a oficina de beleza, mas o que eu percebi foi que existe um grande mito de que o cabelo crespo/cacheado só é bonito se for bem cuidado. Lógico que é legal cuidar do cabelo e fica realmente bonito quando a pessoa se dedica a cuidar dele e etc. mas isso não acontece com o cabelo liso, o cabelo liso é aceito de qualquer forma, e mesmo que a pessoa ande por aí com o cabelo liso sujo ou mal cuidado, ninguém fica falando. Enquanto que no crespo/cacheado, tem essa questão de “cabelo cacheado/crespo é bonito, MAS dá trabalho, tem que cuidar, tem que passar creme, tem que hidratar, fazer massagem, finalizar…”… Enfim, ouvi isso da outra menina cacheada da minha sala e isso me doeu muito. Porque nem todo mundo tem condições de dedicar tanto tempo ao próprio cabelo, e essas pessoas vão acreditar que o cabelo delas só é bonito se elas dedicarem 100% do tempo a eles, e que é muito mais fácil alisar (quem nunca ouviu de uma pessoa “alisei porque não tinha tempo pra cuidar”? Eu já, e não faz sentido nenhum). Cabelo cacheado é bonito, cabelo crespo é bonito, sem “ter que hidratar”, sem “ter que fazer massagem”, sem MAS. É bonito e pronto. Essas coisas que fazemos são pra deixá-los ainda mais bonitos e atraentes, não significa que só são bonitos dessa forma.

Enfim, desculpa o comentário gigantesco, foi mais um desabafo. Essas questões são muito difíceis e eu geralmente me sinto numa ilha, até mesmo as pessoas cacheadas que conheço estão presas nessa ideia que cabelo cacheado só é bonito dentro de determinadas condições.

Marina,amei seu comentário comentário gigantesco!Você tem toda razão. A graça do cabelo cacheado/crespo é que não dá pra você tentar colocá-lo numa forma,tentar estabelecer um padrão porque isso não vai rolar. Cada cabelo tem uma personalidade e isso é muito legal de observar. Acho que existe um ficar seguindo blogueiras cacheadas que é tentar,mesmo inconscientemente, deixar seu cabelo como o delas e isso é péssimo. Saímos de uma ditadura do liso pra entrar na ditadura do cacho perfeito?Tenha dó,né?Cabelo natural é pra gente corajosa,que se assume e se ama.Porque sempre terá alguém que vai criticar o seu cabelo, fazer chacota. E temos que ter força pra resistirmos e mostrarmos ao mundo a beleza que papai e mamãe nos deram.

Nossa Marina, que coisa mais linda esse seu comentário. Tive que comentar só pra te parabenizar por seu esclarecimento a respeito da padronização das texturas de cabelo e tudo que há por trás disso. Eu amei ler isso de uma pessoa tão desconstruída. Nós aprendemos desde sempre que cabelo liso, alinhado, sem volume é o cabelo ideal, e todas temos que nos enquadrar a isso ou nos aproximar ao máximo. Isso é ainda mais sentido por meninas com cabelo 4c, como o meu. Eu nunca conheci o meu cabelo natural, trato os meus cabelos com química desde que me entendo por gente. Tenho dramas capilares desde novinha. Quando menor, sonhava em ir pra escola de cabelos soltos como minhas outras colegas de sala, mas como meu cabelo era “crespo, sem forma, sem definição” isso nunca aconteceu. Cresci um pouco mais, troquei pra um alisante mais forte. Finalmente pude usar meus cabelos soltos e amava aquela sensação. Era como se finalmente eu tivesse me adequado, tivesse finalmente conseguido um”cabelo de verdade”. Com o tempo meu cabelo foi danificado, passei pela transição meio que “forçada”, porque meu cabelo caiu quase todo, e em vez de finalmente assumir e aceitar meus cabelos naturais, mudei pra uma química mais suave. Meus cabelos cresceram mais fortes e saudáveis e até hoje os uso assim. Ele cresce pra cima, porque a estrutura natural é quase totalmente preservada (uso ele black power), mas ainda não tenho coragem de assumir a minha textura natural por conta de muitos estigmas e traumas que carrego comigo por conta do cabelo. Já entrei em transição novamente pra usa-lo natural, mas os comentários negativos de parentes, amigos, me remetem a coisas horríveis que ouvi a vida toda a respeito do meu cabelo. Mesmo com todo o esclarecimento, mesmo admirando e amando cada dia mais o cabelo crespo 4c, eu me sinto impotente diante disso. Eu espero que minha filha nunca tenha que passar por isso, ter medo de aceitar suas características naturais e amar quem se é de verdade. Mesmo ainda usando químicas, encorajo a todas que me perguntam a deixar seus cabelos naturais e amar sua textura. É o melhor caminho.

Responder

Janaina Chnaider Miranda

Gente, estou ha 3 dias DEVORANDO o Cacheia, que achei por acaso quando estava tentando achar algo para encorajar minha irmã mais velha a largar a progressiva que ela reclama tanto (a mais nova já consegui). Ela está sofrendo com as texturas diferentes. Eu aderi ao mega hair no início, tomei coragem e assumi o BC, e entendi que cada um tem um jeito para lidar com isso, eu particularmente ainda sofro pq infelizmente às vezes chego feliz com meu cabelão pra cima e vejo as pessoas rindo e comentando pelos cantos. Infelizmente ser negra, crespa ou qualquer coisa diferente do “aceitável” é difícil. A maioria dos blogs não abordam a questão do cabelo crespo e aí como dito, saímos da ditadura do liso para a ditadura do cacho perfeito. Enfim obrigada pois estava gastando muito $ com tratamentos no salão pq realmente não sabia como cuidar do meu Black em casa. Já fazia meu spray em casa mas apenas com creme de pentear experimentei o chá de canela e estou apaixonada. Estou seguindo o cronograma e junto levando minha esposa, minha mãe e minha sobrinha. Amei vcs! O q precisava não era apenas um blog de beleza, mas um blog sobre todas as belezas. Parabéns!

Infelizmente, a sociedade não está preparada para o crespo. Apesar de ser homem, acho que aqui é o espaço que tenho que desabafar o que tem acontecido comigo e minha esposa, que optou em assumir seu cabelo crespo, sem alisamentos. Vendo as fotos aqui do site, percebi que o cabelo dela é do tipo 4C. Moramos numa cidade onde a maioria das mulheres têm os cabelos lisos ou cacheados. Raras (sem exagero) são as mulheres com o cabelo bem crespo. E não há locais especializados que saibam cuidar do cabelo crespo 4C, talvez até mesmo por conta da baixa procura. Ocorre que, após a aceitação do crespo por parte de minha esposa, ao andarmos pelas ruas, as pessoas olham para o cabelo dela com aquele olhar de espanto total, como se fosse algo de outro mundo. Muitos fazem aquela cara de algo esquisito, às vezes até de nojo. Situação super constrangedora, embora essas pessoas não falem nada. Mas o olhar delas é contundente e devastador. Minha esposa percebe, mas não comenta nada comigo, aparentando estar se lixando para o que os outros pensam. Eu também não falo nada, mas percebo uma tristeza vindo dela.

No âmbito do meu trabalho, minha relação com a maioria dos colegas e meus superiores está ruim, pois eles só sabem realçar a beleza de mulheres que têm o cabelo liso ou cacheado e só deturpam as mulheres de cabelos crespos. Só sabem dizer que esses se assemelham à vassoura, à bombril e coisas do gênero, que é cabelo de mulher pobre, sem estudo, da favela. Em muitos deles, percebo que falam isso para me atingir, para querer me sacanear, dizendo que não acreditam como existem homens que ‘pegam’ mulheres com este tipo de cabelo (que, ao ver deles, é feio demais). Com essas pessoas estúpidas e ignorantes, não converso mais, não tenho vínculo social. Mas essa minha recusa em falar com aqueles caras repercutiu em casa, pois minha esposa percebeu que não tenho ido a eventos sociais. E ela pensa que seja por conta do estado do cabelo dela que, realmente, não está com o tratamento merecido, pois não há profissionais capacitados para tal aqui na cidade, que fica bem longe dos centros que realmente têm estrutura para lidar com o cabelo crespo. Ela própria, vendo vídeos da internet, que tem dado um ‘jeitinho’ em seus cabelos. Daqui a duas semanas teremos um evento social de grande pompa para irmos, mas ela está desesperada, pois não sabe como dar um aspecto bonito ao seu cabelo, que está bem crespo e curto. Percebo que ela tem receio de ser o centro das atenções negativas, de escárnio, de zombaria por parte dos presentes que lá estarão, sendo ela, provavelmente, a única mulher de cabelo crespo na confraternização. Ela pensa em até passar a máquina, mas fica na dúvida. Sinto que meus incentivos a ela não tem dado resultado. E a pressão da sociedade má em que vivemos está superando a força que ela tem em resistir aos olhares maliciosos das pessoas. Mas espero que superemos essa batalha!

Que situação complicada Abelard, infelizmente o racismo que recai sobre os cabelos crespos é muito forte e sintomático. Mas olha, aguenta firme. Torço para que você continue dando muito força para sua esposa e que ela se sinta cada vez mais linda com o cabelo natural. Combater o racismo é muito importante, mas o primeiro passo começa no fortalecimento das nossas raízes e das nossas relações com quem amamos. Aproveitando que você me disse que os cabelos dela estão curtos e que vocês vão para um evento social grande, envio abaixo algumas sugestões de penteados. O cabelo crespo é muito versátil mesmo quando está curto. Compartilhe com ela, talvez ela goste ^_^

Trança na frente: http://4.bp.blogspot.com/-zH2_FAkkVVo/VckwdCRcPeI/AAAAAAAAR3Y/Kl5C3sAA2dA/s1600/Screen%2BShot%2B2015-08-10%2Bat%2B6.09.00%2BPM.png
Moicano suspenso (esse fica ainda mais lindo com uma presilha do lado): http://static.naturallycurly.com/wp-content/uploads/2014/08/short-hair-updo-250×3002.jpg

Moicano: http://bakuland.net/wp-content/uploads/parser/short-4c-natural-hair-styles-6.jpg
Trança na frente e afropuff atrás: https://i.ytimg.com/vi/AvfHrIiekkc/maxresdefault.jpg
https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/7a/5a/cd/7a5acd5a523d46178863c7204713d7f4.jpg

Solto com uma flor: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/bd/81/ad/bd81ad1bd7751b23b39de0efc72f8ea4.jpg
Preso com flores: http://greenweddingshoes.com/wp-content/uploads/2013/05/DIY_floral_crown_08.jpg
Nesse vídeo a moça ensina a fazer tranças lindas: https://youtu.be/zRWiz_4bKUg
Aqui também é um vídeo legal com penteados para cabelos curtos: https://youtu.be/274CBE69lmc
Este é um penteado com bandana, que poderia ser adaptado para o uso de uma tiara bonita para festas: https://youtu.be/4JWLUtQNEr4

Abraços!

Eu estou procurando uma forma de fazer meus cachos 3b se tornarem tipo 4. Acho esse tipo muito perfeito <3 ^^


Deixe um comentário

error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não deve ser copiado ou reproduzido sem permissão prévia e sem atribuição dos créditos. Blog Cacheia 2013-2016.