Transição Capilar

Transição capilar não é sobre ter cabelo cacheado longo

Transição capilar cabelo crespo - Maressa de Sousa Cacheia

Se você está em transição capilar a gente precisa te avisar que a etapa final da transição nem sempre é um cabelo cacheado definidíssimo e longo. Esses cabelões maravilhosos que a gente vê por aí nas páginas e grupos são inspirações? São sim. Mas se apegar na ideia de que a sua transição só será bem sucedida quando você chegar naquele ponto e tiver aquele cabelo pode te trazer muita frustração. Como dizem os mineiros, “prestenção” nessas verdades:

Cada cabelo, uma sentença!

transição capilar cabelo crespo natural Existem diferentes texturas de cabelo: lisos, ondulados, cacheados e crespos. Para cuidar bem do seu cabelo é importante saber mais sobre a sua própria textura capilar para entender as necessidades dos seus fios. Já recebi muitas mensagens de meninas onduladas e crespas que não estão se sentindo bem porque não conseguem deixar os “cachos definidos”. 

Moça, se seu cabelo é ondulado explore toda a maravilhosidade das suas ondas. Se seu cabelo é crespo, explore toda a maravilhosidade do seu crespo. Existem possibilidades pra deixar os fios mais definidos? Sim, existem! Mas não se apegue a elas a ponto de se sentir mal com o cabelo natural que você tanto lutou para conquistar.

Nos últimos tempos surgiram muitos produtos para quem tem cabelo natural e principalmente para quem tem cabelo cacheado. É muuuita linha pra cacho, propaganda e informação nova. Isso é ótimo para as cacheadas que agora estão se vendo nesses produtos e que tem mil opções para cuidar bem das madeixas. Mas se seus fios não são cacheados, busque por produtos específicos e experimente outras possibilidades. A transição capilar não é sobre ter cabelo cacheado: é sobre ter o cabelo natural seja ele ondulado, cacheado ou crespo.

A saga continua …

Às vezes mesmo na etapa final da transição ainda restam umas pontas alisadas ou o cabelo ainda não está tão bacana porque você não encontrou os produtos certos, a finalização mais adequada ou não fez um corte que valoriza seus fios. Então tenha paciência, continue testando. Parte da transição capilar é também sobre aprender a cuidar do próprio cabelo. Tire um tempo pra você, se cuide e cuide da sua saúde que vai dar tudo certo.

Experiência pessoal: quando eu fiz o big chop/grande corte, ainda restaram muitas pontas alisadas que eu só retirei no segundo corte, um mês depois. Após me livrar de todas as pontinhas alisadas os cuidados com meu cabelo ficaram bem mais tranquilos, mas posso dizer que rolou sim um período de adaptação que durou pelo menos 3 meses. Separei essas fotos que mostram exatamente isso: na primeira foto depois do big chop a parte da frente ainda não tinha a textura crespa natural; na próxima foto eu havia feito meu segundo corte e os cachinhos apareceram. Considero que essa segunda foto marca o fim da minha transição capilar. Na foto três, tirada semanas demais, meu cabelo já estava bem maior e fácil de cuidar; a quarta foto é atual :) Desde então já cortei meu cabelo várias outras vezes. Em julho de 2017 completarei 4 anos de cabelo natural.

transição capilar etapas de crescimento cabelo crespo
Minha transição.

Eu corto, tu cortas, ela corta

Para passar pela transição tem que cortar em algum momento sim! Não dá pra acordar com o cabelão no pé do dia pra noite. Às vezes a etapa final da transição é um cabelo médio no caso de quem quis esperar crescer, um joãozinho ou até uma carequinha raspada. E tudo bem. E isso não quer dizer que só vai estar bonito quando seu cabelo estiver num comprimento “x”.

Quem disse que precisa ter cabelo longo pra se sentir bem? E quem disse que esperar os fios crescerem é sinal de fraqueza?

Tanto uma coisa quanto outra envolve lá suas vantagens: esperar crescer até que você se sinta preparada ou cortar rapidamente. Então bora fazer um esforço e respeitar a escolha das outras pessoas sempre!

transição capilar cabelo ondulado

Lindo todo dia! #SQN

Nem o cabelão mais lindo, da blogueira mais famosa, está maravilhoso todos os dias. Nosso cabelo não é isolado do restante do nosso corpo, então nossos hábitos influenciam bastante na saúde dos fios. Além disso, nosso cabelo não se mantém exatamente igual por toda a vida. Os hormônios, a alimentação e a rotina fazem com que os fios pareçam diferentes.

Mesmo num curto prazo de tempo os fios se comportam diferente também. Os produtos utilizados, o excesso de calor, o cloro das piscinas, a água do mar, a descoloração e tantas outras coisas podem afetar os fios. Então óh! Desencana! Se cuida, cuida do cabelon mas não pira! Aproveite os amigos, a família e a vida porque ela passa rápido :)

Sugestões de leitura:

Para entender as texturas capilares 

Como finalizar cabelos ondulados

“Criar cachos em cabelo crespo? Um debate sobre padrões. 

Cortes para cabelo cacheado/crespo curtos

Cortes para cabelos ondulados curtos


Foto 1: Maressa de Sousa, blogueira no Cacheia.

Foto 2: Maria Augusta, estudante de Publicidade e Propaganda, atualmente morando em São Borja-RS.

You may also like