Transição Capilar

Como lidar com as duas texturas do cabelo durante a transição capilar

Como lidar com as duas texturas do cabelo

A transição capilar é um processo que vai desde o abandono das químicas de alisamento, até o big chop, o corte final que traz de volta para os cabelinhos naturais. Se você gostaria de largar as químicas, mas não sabe muito bem como, pode ler o Passo-a-passo para quem quer assumir o crespo e o Guia definitivo da transição capilar. Esse post nasceu da conversa que tive com a Juliana, que é caloura no curso de Ciências Sociais, e que está passando pela transição capilar agorinha. Na conversa que tive com ela, relembrei das minhas angústias e inseguranças. Por isso, escrevo esse post com dicas sobre como lidar com as duas texturas do cabelo durante a transição capilar. (Obrigada pela dica, Xuliana!)

 

Invista em penteados

Como lidar com as duas texturas do cabelo com penteados

No início da minha transição, quando eu ainda tinha cabelos longos, eu fazia muitos penteados, tranças e coques. Como minha mãe diria, eu inventava muita moda. Eu nem sei se acharia esses penteados muy locos bonitos ou não, e não teria coragem de ensiná-los para vocês, mas o fato é que eu me sentia muito mais segura quando fazia. Lembro que no carnaval de 2015 eu estava com oito meses de raiz natural e fiz uma trança maravilhosa que foi muito elogiada. :-)

A Maressa já ensinou alguns penteados lindos e rápidos que ficam prontos em menos de cinco minutos.


Enrole a parte lisa com texturizações

Resultado da texturização com coquinhos durante a minha transição capilar: uma baita mão na roda!

As texturizações são técnicas que fazem cachinhos no cabelo sem aquecimento de secador, chapinha ou babyliss.

Você não precisa de muitas coisas para texturizar os cabelos. Você pode fazer através da técnica de coquinhos, que vai usar apenas gominhas ou grampos de cabelos. Também pode apostar nos bigudinhos, que podem ser comprados em lojas de cosméticos, e são bem baratos. Ainda, pode fazer bobs ou twists. A Ster já explicou como faz texturizações.

É a forma mais saudável de passar a transição, pois não resseca e nem causa quebras no cabelo. É também a técnica com maior durabilidade. Se você for numa festa, por exemplo, e suar, os cachinhos não se desfazem, como ocorreria com escova ou chapinha perto da raiz.

 


Babyliss

O babyliss pode ser uma opção legal para datas especiais. No entanto, devemos lembrar que o babyliss é o campeão em ressecamento dos fios. Eu usei babyliss uma vez durante minha transição todinha, no Natal de 2013, e eu queimei minha pele do pescoço tão feiamente que tenho uma marquinha da queimadura até hoje! Doeu muito, deu um machucado feio e eu tive que consultar dermatologistas. Agora imagine o que isso não deve fazer com o cabelo?

Eu sou o desastre em pessoa, e provavelmente esse tipo de queimadura não acontece com muita gente, mas usem babyliss com sabedoria.


Escova ou chapinha

É uma alternativa também interessante, porém menos recomendada, pois além de ressecar os seus fios, ainda dificulta o processo psicológico de aceitação dos caracóis. Além disso, é uma forma pouquíssimo duradoura em dias úmidos, e muito ruim para quem pratica atividades físicas ou gosta de dançar em festas, pois o suor estraga a chapinha justamente na parte que não está lisa, que é a raiz.

Se você optar pela escova e chapinha, mantenha os seus fios hidratados e não se esqueça de aplicar anti térmico antes de escovar o cabelão!

Veja mais em: Escova ou prancha durante a transição capilar?


Hidratação com maizena

Hidratação com maizena - Receita caseira para cabelo
A hidratação de maizena é uma hidratação conhecida pelo potente poder de redução de volume. Ela é uma ótima aliada nos primeiros meses de transição, pois suaviza o contraste entre a parte nova e a parte alisada do cabelo. Já expliquei sobre como fazê-la.

 


Aposte em acessórios e lenços

transição-capilar-lenços-amarrações

Se eu passasse pela transição capilar novamente, eu com certeza teria usado lenços! Lenços, bandanas, flores e presilhas são maneiras maravilhosas de disfarçar a diferença entre texturas e divar por aí. Eu aprendi a usá-los apenas depois da transição, mas eu adoro. É incrível também para bad hair day.


Como lidar com as duas texturas do cabelo após a transição?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que fazer se o cabelo permanece com duas texturas até mesmo após a transição. A Maressa já fez um post lindo explicando sobre isso, com soluções para todos os tipos de problemas.

 

You may also like