Se meu cabelo falasse …

Se meu cabelo falasse, talvez tivesse reclamado por ter sido puxado, esticado e agredido por tanto tempo. Tudo começou quando eu tinha aproximadamente nove anos. Me lembro ficar sentada na cadeira por horas, segurando as orelhas pra não serem fritadas pela prancha também. Mas nem sempre minha pele saía ilesa. Vez em quando ganhava pequenas queimaduras na testa, na nuca e na pontinha das orelhas. Aí eu apertava os olhos e torcia para aquilo acabar logo. Quando tudo terminava, lá estava meu cabelão. O volume persistia, mas o balanço já era o suficiente para me deixar feliz da vida.

Primeiros alisamentos

Primeiros alisamentos.

Depois vieram as químicas de transformação. O cabelo até podia estar relaxado, mas eu não. Bastavam dois meses para que a raiz voltasse a crescer e exigisse um novo tratamento. Ai se meu cabelo falasse! Certamente teria gritado quando tive meu primeiro corte químico.

Durante muito tempo convivi com o ressecamento, a quebra dos fios e um terrível estado de estagnação do crescimento. “Seu cabelo não cresce”, e eu fui acreditando nisso. E adivinha? Depois de tantos anos usando aquela gama de produtos químicos, não restou balanço nenhum. “Seu cabelo está espigado”, me diziam. E eu fui percebendo isso.

Em algum momento, cheguei a sonhar com um cabelo comprido mas pra dizer a verdade, meu cabelo já não passava do ombro. E assim, apesar das tentativas de usar franja lateral, fazer luzes, tonalizar ou empreender qualquer tentativa de mudança, meu cabelo não respondia, não se movia, estava exausto. E não tinha beleza nenhuma naquilo.

Por fim, assistindo vídeos de uma blogueira no Youtube surgiu uma pontinha de esperança: eu havia descoberto a transição capilar. Foram tardes e tardes devorando todas as informações possíveis sobre o processo. Mais algumas dedicadas aos cuidados que enfim retomei. Os novos fios pretíssimos e enrolados se destacavam em relação aos outros já finos e sem vida. Cada centímetro de crescimento era uma surpresa para alguém que nem se lembrava mais como era o próprio cabelo.

transiçaoebigchop

Transição e big chop

Coque, trança e twist foram meus primeiros colegas na transição. Mas minha melhor amiga mesmo (quem diria!) foi a tesoura. Em Junho de 2013 me livrei definitivamente das partes alisadas. Com paciência, fui aprendendo a cuidar dos fios. E então finalmente meu cabelo falou! Vivo, cheio de movimento. Onde quer que eu vá, ele fala por si só. Minhas raízes já não estão escondidas. Meu cabelo tem voz e muitas histórias pra contar …

transiçao capilar

——————————————————————————————————————————

Oi Meninas! Tudo bem? Meu nome é Maressa, tenho 20 anos, sou baiana, e estudante de Ciências Sociais. Essa é minha primeira postagem por aqui. Estou muito feliz por participar do Cacheia e espero trazer muitas dicas e boas discussões para o blog.  Em 2015 faço dois anos de cabelo natural. O post de hoje conta um pouco desse processo. Nas imagens acima dá pra ver as etapas pelas quais eu passei. Ainda não tenho fotos recentes mas assim que tiver, mostro pra vocês meus cachinhos chocolate acobreados. Nas próximas postagens vou falar um pouquinho sobre os desafios da transição que com toda certeza vão MUITO além do corte. Espero também conseguir tirar algumas dúvidas que apareceram nos comentários. Até lá!

Maressa De Sousa

Maressa, 26 anos, baiana. Cientista Social, mestra em Antropologia. Terapeuta capilar, cabeleireira e trancista. Ama filmes e livros de ficção. Para ela, a transição capilar marcou o início de muitas outras transformações.







[fbcomments]
Blog Comments

Adorei o texto.. Seu cabelo mudou muito, e ja estava lindo cheio de cachinhos.. Meu maior desafio no momento é não repartir o cabelo.. Tenho 22 anos e passei a vida tentando baixar o volume com potes e potes de creme e repartindo ao meio.. To começando agora o cronograma… Vamos ver né? Rs parabéns pela transformação!

Oi Talita! Nossa, essa coisa de repartir o cabelo é um desafio. Quando meu cabelo ainda estava curto, eu tinha o problema de não conseguir dividir mesmo. Daí colocava uns grampos pra dar a ilusão de separação. Agora que meu cabelo tá maior, pesou um tiquinho e às vezes não consigo usar o black power com franjinha porque ele meio que se acostumou a ficar mais de lado. Isso é pessimo! O que tem me salvado é o pente garfo, que ajuda a dar a forma que eu quero. Espero que dê tudo certo com o cronograma :) Também tenho feito em função das últimas colocorações. Na foto dá pra ver ele com luzes cobre e depois todo vermelho né? Agora já estou com outra cor e precisando cuidar mais do que nunca! Obrigada pelo comentário *-*

Assim que puder poste a foto de como esta seu cabelo agora..

Sempre tive vontade trocar a cor do meu cabelo mas, e a coragem? Huahuahua pense numa pessoa medrosa, sou eu huaiauua.. Beijo!

Posto sim :) Eu resisti bravamente mas confesso que depois que colori pela primeira vez viciei hahaha
Beijos!

Estou a 1 ano em fase de transição e é muito compliciado pois não consigo jeito pra arrumar meu cabelo, só rabo de cavalo e coque mas nada semana passado que fui testar o coquinhos até que ficaram bons mas não durou muito tempo. Estou com 5 dedos de cabelos cacheados o resto, até abaixo do ombro esta liso …. Não vejo a hora de assumir meu cachos !!!! admiro muito você pelo coragem de corta bem curtinho como vi nas fotos, pois ainda não conseguir fazer isso! enfim espero um dia postar meus cachos aqui também . bj

Oi Rayssa! No começo da transição é difícil mesmo encontrar uma técnica pra finalizar os cabelos. Eu tentei de tudo: tranças, coques, twist, dedoliss … Mas como minha ansiedade pra ver os cachinhos era muita, cortei rapidinho. Se você não se sente preparada para o bc tudo bem, não tem pressa :) Fazer o bc é um passo muito importante e o momento em que vai acontecer depende mesmo de cada mulher. Boa sorte na sua transição! Obrigada pelo comentário ^^

Desde nova, sempre ouvi falarem q meu cabelo era muito cheio, muito feio, “de pico”.. Acabei acreditando nessa imposição dada a nós de que cabelo bonito é só o liso, reto e sem volume algum. Já cortei a parte de baixo do meu cabelo para acabar c volume, fazia escova, chapinha e até ferro já passei nas medeixas. Ahhhhh se nosso cabelo falasse kkk o meu com certeza choraria d tristeza por tanto desprezo e raiva q senti dele!! Queria de qualquer forma que ele fosse liso e “bonito” como os das artistas de televisão. Mas finalmente me toquei, cansei d estragar meu cabelo, percebi que meu cabelo pode ser lindo cacheado e não há nada mais libertador do que lavar o cabelo e sair d casa, sem se preocupar em esticar ele, em transforma-lo em algo q ele não é!!! Comecei a usar ele natural tem muito pouco tempo, mas estou amando meu cabelo como nunca antes!!! Parabéns pelo site, tem ajudado muito a subir minha auto estima capilar rsrss

Sem dúvida Carol, essa sensação de liberdade que usar o cabelo natural proporciona é incrível, muda a gente. Pra mim significou um recomeço. Muito obrigada pelo carinho e pela participação :)

Minha infância quase toda era cabelos com relaxamento.. eu achava ruim pq era uma esperança que era quase sempre jogada o lixo, tinha vezes que eu me odiava pq o meu cabelo era muito inchado, seco na raiz, sem forma da metade para o topo e outras vezes que eu gostava, pelo rabo de cavalo que era uma perfeição inchado mais tinha meus cachinhos rs.. com meus 13 e 14 anos (agora tenho 15) eu dei escova inteligente, como cada química deixa aquela fase da ilusão, eu tive a minha e lógico que depois eu vim percebendo que a raiz ficava seca mesmo fazendo hidratações e as pontas sempre finas, eu decidi parar e voltar para o relaxamento só na raiz a ultima vez que fiz relaxamento foi no dia 22/12/14 e escova nn lembro quando mais com certeza em junho do ano passado tbm!
Eu decidi a três meses a trás que iria fazer a transição pq eu já nn aguentava mais ter que alternar os dias das minhas lavagens.. então eu disse para minha mãe que eu iria fazer, eu tbm me interessei pq acabei descobrindo pessoas como eu e tbm dicas, hj em dia com três meses de transição sigo a rotina low poo nn digo que estou feliz pq está sendo trabalhoso pq eu descobri que tenho couro cabeludo seco o que nn é ou pelo menos comigo nn está sendo fácil de tratar. Meus cabelos são muito volumosos e secos.. uma coisa que eu devo agradecer é que eu ainda tenho esperança e paciência pq nn pretendo fazer outro de química e tbm tenho o maior cuidado possível com meus cabelos.
O site de vcs me ajudam bastante! e tbm estou sempre no youtube procurando mais dicas. Ah uma coisinha tbm sou baiana! rs

obrigada por esse site maravilhoso!! bjs

Oi conterrânea Sabrina!rs O começo da transição é um pouquinho complicado mas logo logo você descobre quais técnicas dão um resultado bacana no seu cabelo. Uma boa dica é investir nas hidratações e na nutrição :) Obrigada pelo comentário!

Que cabelo lindo o seu!
Estou passando pela transição e devo admitir que está bem dificil. De 2010 até 2013 fazia algumas progressivas durante o ano. O propósito da progressiva não era deixar liso, e sim deixar meu cabelo mais hidratado e com menos volume. Mas sinceramente? Só acho que deixou ele feio e estragou completamente meu cabelo. Em 2014, fiz relaxamento afro e adorei. Ficou lindo, com cachinhos, e sem aquele volume exagerado. Mas é claro, a raiz começou a crescer… Em outubro, eu fiz botox. Não sabia que era quimica, pensei que era apenas um procedimento de hidratação. Só semana passada descobri que era quimica sim. De qualquer maneira, não acho que o botox ajudou em nada. Enfim, agora meu cabelo está completamente misto e não sei o que fazer! Por exemplo, no meu coro cabeludo a raiz é lisa, mas o meio é bem crespo, ressecado e sem forma. Nas pontas ele é cacheado (provavelmente por causa da quimica). Mas na parte de baixo do cabelo, a raiz é lisa, o comprimento é um liso cacheado, chega a ser bem bonito. Eu quero cortar, mas tenho medo de ficar só o crespo feio, já que os cachos se concentram mais nas pontas. Já tentei fazer de tudo pra que essa parte mais crespa fique com forma, bonita, mas nada dá certo. Eu comecei a fazer o cronograma, e pelo o que estou vendo, está ajudando um pouco já. Mas quero ajuda! ): Creio que todas essas quimicas que fiz no meu cabelo só fizeram ele ficar feio.
A última vez que cortei foi em janeiro de 2014. Será que um bom corte daria uma melhora significativa no estado do meu cabelo?
Obrigada!

Oi Isabela! Tudo bem?

Durante a transição meu cabelo ficou cheio de partes diferentes também. A química deixou algumas partes do meu cabelo muito ressecadas, algumas lisas, outras onduladas. Cortei as pontas do meu cabelo duas vezes antes de fazer um bc completo. Depois do bc meu cabelo definiu muito. Acredito que o cronograma que você já está fazendo ajuda muito mas sem dúvida a tesoura é nossa maior aliada pra conquistar o cabelo natural. Tente ter um pouquinho de paciência e corte quando se sentir preparada.

Agora sobre a diferença dos cachos, o que posso dizer é que o tamanho e formato dos cachos pode variar bastante mesmo quando você chegar ao natural, Só que aí é muito mais fácil de lidar né rs <3 Eu tenho cachos maiores na parte da frente e cachos bem menores na nuca. Tem outra parte na parte de trás que é mais seco e não tem muita forma (depende do jeito que eu finalizar e do creme).

A melhor "dica" que posso te dar é amar muito seus cachinhos, seja como forem e aprender a perceber as necessidades do seu cabelo. Desse jeito você consegue explorar todas as possibilidades que ele te dá :)

Perfeito o texto!! Ahhh se nossos cabelos falassem!! rs!! To lutando na fase de transição… queria muito fazer o BC mas me falta coragem!!
Parabéns pelos lindos cachos!!
Se puder poste mais fotos de antes, durante e depois da transição… sempre é bom para nos motivar!!

Beijos! Deus abençoe sua vida!!!

Oi Dani! Faça o bc quando estiver preparada, aí vc vai poder curtir muito seus cachinhos *-* Vou postar mais fotos do meu cabelo no Cacheia no sábado, tudo bem? Abraços! Obrigada pelo comentário!

Oie Maressa, sou baiana também e comecei a fazer transição esse ano , em fevereiro , eu comecei a da química com 10 anos,nos meus 15 anos fui pro beleza natural, no começo eu tinha gostado , mais depois perdi todo o volume do meu cabelo ai eu decidi parar, e quando comecei a ver videos e descobri sobre transição foi tipo um aluz no fim do túnel,meus cachinhos ja estão crescendo e mal vejo a hora de cortar e exibi -los a todos bjss

Que bom Mila *-* Boa sorte na transição!

Oi gente. Meu cabelo tem química desde os doze anor. Ja fiz progressiva e relaxamento. Nem me lembro se meu cabelo é cacheado rsrs. Mas queria ir no beleza natural aqui na mga cidaxe, o que acham, será que vou ter cachos ? 3 meses sem química. Bjo adoro vcs

Oi Anne, tudo bem? A Raysa fez um post aqui no blog falando sobre o Beleza Natural. Dá uma olhadinha pra tirar suas dúvidas: http://cacheia.com/2014/08/critica-salao-beleza-natural-belo-horizonte/
Obrigada pelo comentário! :)

E essa menina que chegou agora e eu já considero pacas?
Adorei seu texto,me identifiquei bastante e cara,seu cabelo ficou AMAZING <3
Fiz o meu BC a algumas semanas,eu decidi bem rápido que queria fazer mas confesso que deu um medinho de ficar feia assim que o cabeleireiro deu as primeiras tesouradas,mas é a melhor sensação do mundo! :*

hahaha obrigada Caroline <3
O bc dá uma sensação maravilhosa mesmo! Pra mim foi uma descoberta e um reencontro. Eu estava super ansiosa antes de cortar o cabelo mas quando finalmente passei a tesoura, foi incrível!

Seus cachos são lindos!
O site está mudando a minha vida, e acho que uma breve história pode explicar o motivo: primeiro, eu sou a pessoa mais “zoável” da terra, uma menina branca, daquelas que você vê na rua e não sabe se é uma pessoa ou um fantasma, isso já me rendeu vários apelidos “carinhosos” (branquela azeda, pombada, fantasma, atravessa paredes etc.), fora isso, eu tenho um nome exótico (não existem muitas Nirvanas por aí rs), tenho um estilo meio… “coisado”, gosto de ver animes, filmes de terror, de usar roupas masculinas (não posso fazer nada se elas têm estampas mais legais e variadas, o conforto é grande e o preço é baixo). Enfim, eu sempre fui uma pessoinha bem desencaixada e diferente, mas sempre tive muito orgulho, simplesmente detesto padrões, ditaduras modistas e outras bobagens, só que, num belo dia, caí num esteriótipo filho de uma pu#@ (minha cidade é cheia deles ¬¬’) de que branco tem que ter o cabelo liso, e o pior é que eu só fui perceber a merda que estava fazendo uns três anos depois, quando resolvi cortar meu cabelo no ombro ele não voltou mais á cachear. Me deu um desespero enorme, eu só olhei no espelho e falei: “AI.MEUS.CACHOS!”, eu nem me lembrei que minha mãe me mataria por ter cortado o cabelo sozinha. Estou numa transição desde novembro do ano passado, toda vez que olho no espelho e vejo esse cabelo com umas quinze texturas me dá um desgosto , eu nem sabia o que era transição nem nada de nada, quando achei o Cacheia por um (maravilhoso) acaso do destino. O que mais me ajudou foi ver que eu não estou sozinha com com essa transição, e que sempre que eu tiver uma dúvida sobre meu cabelo eu posso dar uma fuçada aqui e encontrar resposta consolo lendo as histórias de outra pessoas. Agradecendo eternamente ás meninas lindas que escrevem no site.

Oi Nirvana, adorei seu relato <3 muito obrigada pelo carinho! Além do site a gente está sempre lá no Facebook, se precisar de algo é só chamar inbox: https://www.facebook.com/blogcacheia?fref=ts Beijos!

Tenho 12 anos um cabelo pouco cacheado nao tanto, estava pensando em alisar mais agora vou pensar duas vezes.

Pensa sim Rayres! A verdade é que cuidar dos fios é mil vezes mais fácil que recuperá-los depois dos danos causados por esses processos agressivos para alisamento dos fios. Se precisar de alguma coisa, estamos aqui :)

Oi Maressa! Estou a 1 ano sem química nos meus cabelos, e ele é do tipo que mesmo fazendo progressiva, não dá pra notar a diferença entre a raiz e o comprimento. O problema é a parte da frente, a “coroa” da cabeça sabe? Meu cabelo é do tipo cacheado, e não crespo, pelo menos a maior parte dele. Mas assim, perto das orelhas ele é um cachinho tipo o seu, em tooooodo o resto da cabeça ele é cacheado normal mesmo, mas na parte de cima da testa tá horrível, porque parece que não define por nada nessa vida, parece que eu passo por uma transição eterna! Eu não sei o que eu faço, porque parece que mesmo se eu fizer o BC, vai continuar parecendo que eu estou em transição :(

Oi Mitcha, será que pode ser scab hair? Dá uma olhada nessa postagem aqui para saber mais sobre isso:

http://cacheia.com/2015/01/o-scab-hair-existe-o-que-e-e-como-tratar-o-cabelo-pos-bc/

A parte da frente do meu cabelo demorou para crescer um pouco mais do que o resto do cabelo, logo, demorou mais a definir. Outra coisa importante: costumamos ter mais de um tipo de textura capilar. Assim, pode ser que a parte da frente do seu cabelo seja mais crespa. Será?? De todo modo não se desespere, dê uma chance para os seus fios crescerem um pouco mais e vai cuidando. Tudo vai dar certo :)

Abraços!

Oi Maressa. Também sou Baiana, resolvi fazer a transição domingo passado, e meu principal motivo foi a chateação de ter que dar prancha todo fim de semana, quando lavo, além de não gostar da aparência de estragado/queimado com que meu cabelo fica em pouco tempo depois de pranchado (e note que a última química foi aplicada há menos de 1 mês!). Cansei mesmo de manter isso, ou de pensar na possibilidade de virar escrava semanal de salão (além do gasto). Já dei ferro, prancha e desde 2012 dava alisamento químico. Como hoje posso ficar mais informada que antigamente, também busco vídeos, grupos e blogs como esse pra saber como posso ser feliz de novo (drama, rs). Muito legal seu relato.

Oi Aline, tudo bem?

Obrigada por compartilhar sua história com a gente. Conte conosco para o que precisar :D

Beijos!

Oi, amei seu texto, me identifiquei com muita coisa.
Estou com sete meses de transição, mas só parei definitivamente com as escovas e pranchas em Agosto/2015.
Sempre leio posts sobre a transição, cronogramas e produtos mas ainda estou muuito confusa, sem falar que não tenho tempo pra seguir a risca o cronograma e estou comprando os produtos aos poucos, enfim.
Tenho plena consciência das diferentes texturas que tem no meu cabelo e sei também que muita gente acha “estranho”, mas finjo que tá tudo lindo, mando um “foda-se” (por pensamento rsrs) e tenho contado com o apoio de todos os meus amigos e minha família (exceto uma tia) que super estão me dando força.
Cada cm de raiz de cresce e cacheia me faz ter mais força de vontade para não passar a selagem novamente.
“Tô” firme e forte nessa. Espero um dia estar com os cachinhos maravilhosos que nem os seus.
Beijos

Oi Karol, permaneça firme e forte mesmo que vai dar tudo certo <3 Se precisar de alguma coisa, estamos por aqui! :D

Olá, bom.. decidi começar a amar meus cachos depois de um quimica dar errado e uma parte do cabelo estar sem cachos. Estou lendo bastante e procurando formas naturais para tratar logo percebi varios problemas. Sabe me dizer algo sobre proteina hidrolisadaa? E produtos com derivados de petroleo, retirar do dia a dia?

Oi Cah, tudo bem?

Não sei se entendi bem sua pergunta, você quer indicação de produtos que contenham proteína hidrolisada já que você passou por um processo de agressão química? Se sim, o produto que uso com frequência é o Yamasterol branco, indicado justamente para quem faz uso de químicas visando restaurar os fios. Ele é bem baratinho.

Se você quiser abolir o uso de produtos com petrolatos da sua rotina, dá uma olhada nas postagens que vou listar abaixo, elas tem muitas sugestões de produtos.

1- http://cacheia.com/2015/07/produtos-para-cabelos-cacheados-e-crespos/
2- http://cacheia.com/2015/08/produtos-para-transicao-capilar/

Abraços!

To sofrendo , mas to chegando la


Leave a Comment