low/no poo

No poo: o que é, como começar e produtos liberados

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Depois de publicar o guia low poo muitas meninas perguntaram sobre o guia para No Poo. Fazer esse segundo guia foi um pouquinho mais complicado porque não sigo a técnica e conheço poucos produtos liberados, por isso gostaria de contar com a colaboração de vocês com sugestões de mais produtos liberados para No Poo para enriquecer a nossa lista.

Espero que esse segundo guia ajude quem está pensando em adotar a técnica e possui alguma dúvida. Vamos lá!

O que é No Poo?

Vendo essa expressão em inglês pode parecer difícil entender do que se trata, mas o que ela descreve é algo bem simples. “No” significa “não” e “Poo“, equivale a “shampoo”, assim,  No Poo significa “sem/nenhum shampoo”.

Quem segue o No Poo não utiliza shampoo para higienizar os fios. Por consequência, os sulfatos fortes presentes nos shampoos comuns ficam de fora dessa técnica.

O co-wash (lavagem com condicionador) é a grande estrela do No Poo e ajuda a manter os fios limpos e hidratados. No No Poo o uso de produtos com silicones insolúveis em água é vetado, já os silicones solúveis em água são permitidos.

Segue uma listinha de silicones insolúveis “proibidos” pra No Poo. Não precisa decorar, tire uma foto e guarde com você para consulta, pode ser bem útil :)

silicones insoluveis

Quero seguir o No Poo. Posso usar os produtos liberados para Low Poo também?

Pergunta difícil! Mas a resposta em geral é não :(   Quem segue o Low poo pode usar produtos liberados para No Poo mas quem segue o No Poo não pode utilizar os produtos liberados apenas para Low Poo. Os silicones insolúveis presentes em alguns produtos liberados para Low Poo não são utilizados por quem segue o No Poo. Mas claro que a liberdade para pesquisar e testar está aí disponível para todo mundo.  Além disso, pode acontecer de você ir pra casa de uma amiga, um parente, e na falta acabar recorrendo a um produto que era só para low poo, certo? Se isso ocorrer, é só fazer uma boa lavagem usando um shampoo liberado para low poo e voltar à sua rotina no poo normal.

Sobre petrolatos

Low Poo e No Poo possuem algumas coisas em comum. Quem segue esses técnicas evita a utilização de produtos que possuem derivados de petróleo na composição.

Uma das grandes discussões em torno do uso de petrolatos e semelhantes é que esses componentes podem para criar uma aparência de fios saudáveis, macios e brilhantes que às vezes oculta uma realidade bem diferente (alguns silicones podem ser encaixados nesse mesmo problema). Além disso, esses componentes criam uma película em torno dos fios que pode gerar a longo prazo acúmulo  de resíduos e impedir a absorção de nutrientes importantes. A lista abaixo pode te ajudar a identificar que componentes evitar se você estiver pensando em adotar o No Poo, tire uma foto também.

PETROLATOS-PARA-EVITAR

Sobre parabenos

Os parabenos são componentes conservantes utilizados na indústria cosmética para evitar a proliferação de microorganismos e garantir vida longa os produtos. Os mais comuns são metylparaben, propylparaben,  etylparaben e butylparaben.

Existe uma enorme discussão em torno dos riscos ligados ao uso de parabenos. É que esses componentes estão presentes não só nos cremes de pentear mas em vários outros produtos do dia-a-dia: nos hidrantes, nos desodorantes, nas loções e por aí vai.

No Brasil, até onde eu sei, a utilização dos parabenos é legal dentro de certos limites de concentração. O que interessa por hora é dizer que os parabenos não são proibidos para No Poo, mas muitas pessoas têm evitado ou reduzido o uso em função da preocupação com a saúde. Algumas marcas já possuem opções de produtos com conservantes naturais e essa informação já vem destacada no rótulo.

Como começar a seguir o No Poo?

  1. Higienizando suas presilhas, pentes, recipientes para mistura de produtos, etc;
  2. Usando shampoo com sulfato para remover os possíveis resíduos de silicones insolúveis e derivados de petróleo.
  3. Confira quais produtos você tem em casa liberados para a técnica. Se houverem muitos proibidos você pode utilizá-los até acabar e depois começar o No Poo e aos poucos ir adquirindo produtos novos e liberados. Você pode também trocar com alguém ou doar.
  4. Lave seu cabelo pela última vez utilizando um shampoo com sulfato e sem petrolatos para remover todos os resíduos dos silicones, petrolatos, parafinas e por aí vai. Se sentir que ainda não limpou tudo, repita a operação. Depois de finalizar a lavagem aplique um condicionador liberado para a técnica, massageie bem e enxague. Seu cabelo estará pronto para começar o No Poo em grande estilo!

Obs.: Esse shampoo com sulfato para a última lavagem pode ser o que você tiver em casa, não é nada especial. Ele só não pode ter esses itens: óleo mineral (mineral oil), parafina líquida (paraffinum liquidum), isoparafna (isoparafin), petrolatos (petrolatum), vaselina (vaselin), dodecano (dodeceno), isododecano (dodeceno) e alcano (alkane).

Rotina de cuidados No Poo

  • A etapa de lavagem é muito importante para quem segue o No Poo. No co-wash geralmente são utilizados produtos mais levinhos, sem petrolatos e sem silicones na composição. Por essa razão, nem todo condicionador serve para co-wash(!) Então para facilitar a vida é legal é procurar por produtos desenvolvidos especificamente para essa função.
  • Durante o co-wash você deve massagear bem o couro cabelo (só com as pontas dos dedos, ok? nunca esfregue usando as unhas!). É muito importante caprichar na massagem para garantir a limpeza dos fios.
  • Em seguida, condicione os fios. Se seus cabelos estiverem secos, não economize no condicionador. Se for possível, evite o uso de toalha comum e seque os fios com uma camisa de algodão, uma toalha de microfibra ou papel toalha. Não esfregue!
  • Aperte a camisa/toalha/papel de baixo para cima com cuidado e dando um tempo para que o excesso de água seja absorvido. Finalize em seguida com o produto para no poo que desejar. Dê uma desembaraçada nos fios ainda no banho, com auxílio do condicionador.
  • Quando for fazer suas reconstruções, hidratações e nutrições você pode lavar o couro cabeludo com um produto para co-wash (massagear bem!), aplicar sua máscara em seguida, deixar agir, condicionador e enxaguar.
  • Algumas vezes um mesmo produto pode cumprir a função de lavar e condicionar. Você pode usar um condicionador no couro cabeludo para massagear bastante e higienizar os fios. Depois de enxaguar tudo, é possível aplicar o mesmo condicionador apenas no comprimento e nas pontas, enluvando os fios e amassando os fios de baixo para cima, depois é só enxaguar.
  • Se preferir, você pode usar dois produtos diferentes também. Pode usar um produto para co-wash para lavar o couro cabeludo e aplicar um condicionador mais hidratante depois. Cheque os produtos que tem em casa, teste e veja como seu cabelo se adapta melhor :)

Depois que seu cabelo estiver sem resíduos você vai poder seguir a rotina normal de lavagens e hidratação. Acrescentei um novo trecho na postagem que pode te ajudar a tirar essa dúvida. Veja abaixo:

P: Posso usar só um condicionador liberado para a técnica ou tenho que ter um produto específico para co-wash também?

R: Os produtos específicos para co-wash costumam ter componentes como o Cocamidopropyl Betaine na fórmula (com algumas exceções como o novo co-wash da Bioextratus por exemplo). A partir de tensoativos como os anfóteros, muitos produtos para co-wash conseguem garantir uma limpeza suave e eficiente.

Algumas pessoas que seguem o no poo não utilizam nenhum tipo de produto com silicone. E há também aquelas que utilizam produtos que contém silicones solúveis em água já que eles saem com facilidade durante a lavagem, dispensando o uso de sulfatos pesados que ressecam os fios progressivamente. A lavagem com um condicionador liberado, se bem feita, pode te ajudar a remover algumas sujeirinhas do couro cabeludo. No entanto, acho importante ou utilizar apenas um co-wash que contém agentes limpantes ou tentar variar as lavagens com um condicionador liberado e um produto específico para co-wash para garantir cabelos limpinhos.

Eu sei que muitas pessoas se viram bem usando apenas um condicionador liberado comum, mas penso que uma vez que existem produtos com fórmulas pensadas para auxiliar na limpeza dos fios, utilizá-los pode ser uma boa.

P: Como eu devo usar os produtos depois que começar o No Poo? Qual é a ordem?

No dia de lavar: aplique o co-wash no couro cabeludo e esfregue bem. Quando estiver prestes de enxaguar puxe o produto em direção às pontas. Feito isso, enxague. Se você quiser aplicar uma máscara, pode aplicar depois de lavar o cabelo com co-wash. Aplique a máscara no comprimento e nas pontas (evite a raiz), deixe agir conforme o tempo indicado na embalagem, e enxague.

Passe em seguida o condicionador (que também vai ser aplicado no comprimento e pontas e não na raiz), espalhe bem, deixe agir e enxague. Depois de tudo isso, seu cabelo estará pronto para finalizar usando um creme/gel/mousse/leave-in.

Se você quiser estabelecer uma rotina de cuidados, sugiro a leitura do post sobre cronograma capilar aqui do blog. Lá já separei alguns dos produtos por etapa (hidratação, nutrição e reconstrução) e indiquei quais são liberados para No Poo.

Nem todo mundo que segue o No Poo segue o cronograma capilar. São coisas diferentes. Ninguém é obrigado a nada nessa vida, então não se sinta obrigado(a) a seguir um cronograma. Mas se você quiser, monte o seu a partir das necessidades do seu cabelo ou siga nosso cronograma para cabelos saudáveis. Se você não quiser, siga seus cuidados normais, só não esqueça da hidratação: muito importante pra quem tem cabelo cacheado/crespo.

P: E se eu quiser pintar?

Na hora de colorir, as crespas e cacheadas que seguem o Low Poo ou No Poo tem duas opções: a primeira é buscar por tinturas e tonalizantes liberados para a técnica. Você deve checar se a água oxigenada, a coloração/tonalizante e os demais produtos que fazem parte do kit (como os condicionadores, tubos de tratamento e reavivadores de cor estão livres de petrolatos e silicones insolúveis).

Essa tarefa pode ser um pouquinho complicada para quem acabou de começar a técnica, então eis a segunda opção, um pouco mais tranquila: colorir ou tonalizar com os produtos que você escolher (mesmo que sejam proibidos) e na próxima lavagem usar um shampoo com sulfato e sem petrolatos (aqueles componentes listados anteriormente) para tirar todos os resíduos.

Essa lavagem deve ser bem cuidadosa. Massageie bem o couro cabeludo, enxague, reaplique o shampoo, massageie e enxague. Depois de uma boa lavagem você já pode voltar para a sua rotina Low/No Poo normalmente.

P:  Quem tem cabelo liso pode seguir a técnica?

As técnicas low poo e no poo foram desenvolvidas e ganharam fama através de uma grande marca de produtos para cabelos cacheados pensando na particularidade desses fios. Para quem enfrenta o ressecamento dos fios podem ajudar muito!

Por outro lado, muitas mulheres de cabelos ondulados e lisos têm adotado as técnicas e obtido bons resultados. Nesse caso, a recomendação é realmente tomar um cuidado extra na escolha dos produtos para que os fios não fiquem muito pesados ou oleosos.

É importante escolher produtos adequados para o seu tipo de cabelo. Lá no Facebook existe um grupo chamado No/Low Poo Cabelos Lisos, se você tem cabelos lisos e está pensando em seguir uma das técnicas, passe por lá para trocar experiências com outras meninas e tirar dúvidas :)

Produtos liberados para No Poo

Essa postagem possui alguns exemplos de produtos liberados para a técnica, mas existem vários produtinhos liberados que não apareceram por aqui. Tentei listar os lançamentos e mais alguns outros produtos queridos e “consagrados”. Para aumentar essa lista vocês podem enviar dicas de liberados pelos comentários. Aos poucos vou atualizando essa postagem e também nosso álbum lá no Facebook.

Notou que algum produto mudou a fórmula e já não é mais liberado? Avisa que a gente troca e procura outra opção interessante pra substituir. É importante destacar que a fórmula de determinados produtos cosméticos muda com frequência, por isso é preciso prestar bastante atenção para saber se de fato o produto continua liberado.

Esses são apenas exemplos de produtos liberados, o que não quer dizer que todos vão funcionar bem para todos os tipos de cabelo. Então, antes de comprar vale a pena pesquisar um pouco, ler resenhas, etc

Outro ponto importante: essa é uma postagem que tem o objetivo de ser o mais simples e didática possível, por isso não fui a fundo na explicação sobre essa técnica. A leitura dessa postagem não substitui um estudo detalhado sobre No Poo, mas já é uma lanterninha pra ajudar a guiar vocês nessa jornada. 

Produtos para No Poo – finalização e day after

no poo produtos para pentear finalizar liberados

Produtos específicos para Co Wash No Poo

produtos co wash liberados para no poo

Condicionador para No Poo

condicionadores liberados para no poo

Máscaras liberadas para No Poo

mascaras liberadas para no poo

No Poo e receitas caseiras

Quem segue o No Poo pode fazer várias receitas, inclusive para seguir o cronograma capilar.

Não sabe o que é cronograma capilar? Veja aqui: cronograma capilar SOS cabelo.

Nem todo mundo que segue o No Poo segue o cronograma capilar. São coisas diferentes. Ninguém é obrigado a nada nessa vida, então não se sinta obrigado(a) a seguir um cronograma. Mas se você quiser, monte o seu cronograma de cuidados a partir das necessidades do seu cabelo ou siga nosso cronograma para cabelos saudáveis.

Alguns avisos muito importantes sobre Low/No Poo:

  1. Essa postagem foi feita a pedido de várias leitoras e visa basicamente expor como funcionam essas rotinas. Existe um período de adaptação para quem começa a seguir essas rotinas.
  2. Quem antes usava produtos com muitos silicones e parafinas (que maquiavam os fios dando um aspecto saúde e brilho) pode se deparar com o estado real dos fios depois de iniciar as técnicas: ressecamento, falta de maciez, opacidade etc. A ideia é que, seguindo os novos cuidados, os fios fiquem mais bonitos e mais saudáveis.
  3. O No Poo e o Low Poo são técnicas que têm feito sucesso não só no mundo dos cabelos crespos e cacheados, mas também dos ondulados e lisos. Não quer dizer que vão funcionar bem para todo cabelo. A qualidade dos produtos escolhidos para seguir as técnicas, a rotina de cuidados e a sua alimentação interferem muito no processo.
  4. É muito importante que quem queira seguir uma das rotinas pesquise mais sobre Low Poo e No Poo para decidir qual dessas técnicas é mais interessante para si.
  5. Os dois grupos listados abaixo são bem interessantes para quem interesse numa das técnicas, quer tirar dúvidas e compartilhar experiências. Outro cuidado importante é observar as reações do seu cabelo:
  • Está coçando?
  • Está caindo?
  • Está mais sensível?
  • Meu cabelo está de fato reagindo bem?

Antes de começar qualquer técnica, não só low poo ou no poo, se pergunte: tenho histórico de dermatites e semelhantes?  Possuo alergia a algum produto ou componente? Na dúvida, procure orientação médica. E se um produto/técnica está dando errado, interrompa o uso. Saúde em primeiro lugar!

Referências:

Grupo de No/Low Poo

Grupo No e Low Iniciantes

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Você também pode gostar: