Cachos masculinos

Como cuidar de cabelo cacheado/crespo masculino

O público masculino que acompanha o Cacheia tem crescido bastante! Nos posts do quadro “Eles também podem”, os homens crespos e cacheados costumam dividir um pouco da sua “história capilar”, rotina de cuidados e produtos favoritos. Mas além dessas experiências, decidimos separar essa postagem para os rapazes que nos acompanham e pedem dicas para cabelos cacheados e crespos masculinos. Então bora lá!

Existem diferenças entre cabelos de homens e mulheres?

Acho que antes de tudo precisamos responder essa perguntinha. Pesquisando um pouco sobre o assunto, descobri que existem sim. Os cabelos masculinos tendem a sofrer um pouquinho mais com a oleosidade em função de fatores hormonais e os fios também podem ser um pouquinho mais espessos. Dando uma olhada rápida nos catálogos de produtos oferecidos especificamente para o público masculino dá para notar que as duas principais funções dos produtos para homens são “anticaspa/oleosidade” e  “antiqueda”. É considerando essas duas demandas identificadas pela indústria cosmética que a gente vai começar a conversar.

cabelo crespo masculino

 1. Lavagem: dicas para diminuir a oleosidade e ter fios mais saudáveis – cabelo crespo/cacheado masculino

  • Temperatura da água

A primeira coisa que você precisa saber sobre oleosidade é que existe uma oleosidade natural, maravilhosa e bem-vinda principalmente para quem tem cabelo cacheado e crespo, mas alguns hábitos podem acabar contribuindo para o aumento excessivo da oleosidade. Meninos, nunca utilizem água quente para lavar o cabelo. Lave o cabelo com água fria (no máximo morninha). Se você estiver enfrentando dias de muito frio e quiser lavar com água morna, vá em frente! Nesse caso a dica é na última enxaguada  jogar um jato de água fria no cabelo. Esse enxague final com água fria deixa os fios mais brilhantes. Mas cuidado heim: não vai entrar na água pegando fogo e depois tacar água gelada por cima! Isso é muito perigoso! Estamos falando aqui de uma passagem tranquilinha de água morna para um jato de água fria.

  • Sobre frequência de lavagem e cabelos cacheados/crespos: Houston, temos um problema!

Especialistas costumam recomendar lavagens diárias para cabelos masculinos em função da oleosidade e do suor. Mas aí temos um probleminha: o cabelo cacheado/crespo tende a ficar um pouco mais seco, principalmente nas pontas e as lavagens diárias com shampoo comum podem contribuir para aumento do ressecamento. E agora, como faz?

Bom, não é minha intenção determinar aqui quantas vezes por semana você deve lavar o cabelo. Mesmo porque isso envolve uma série de fatores: se você gosta/prefere lavar todos os dias, se você faz esportes, malha ou usa a piscina com frequência, se você dispõe de tempo, etc. A ideia aqui é basicamente dar dicas para reduzir o ressecamento causado pelo shampoo se esse for um problema que você enfrenta por ter o cabelo cacheado/crespo.

A primeira recomendação é manter  shampoo só lá no couro cabeludo. No tópico a seguir vou explicar direitinho esse passo a passo. A segunda maneira de diminuir o ressecamento causado pelo shampoo é escolher um shampoo mais suave e lançar mão de um truque: diluir o shampoo com um pouquinho de água antes de aplicar. Mas calma, não é pra colocar água dentro do seu shampoo! Coloque na mão um pouquinho de shampoo, acrescente um pouco de água, misture os dois e aplique no couro cabeludo.

  • Shampoo e condicionador: como aplicar

Uma coisa que várias mulheres já estão cabeludas de saber mas que alguns homens ainda não sabem é que o shampoo deve ser aplicado no couro cabeludo e o condicionador no comprimento e pontas. Isso é básico mas é legal de lembrar. Outra coisa importante é que hora de usar o shampoo não precisa exagerar na quantidade aplicada. Muita espuma não é necessariamente um sinal de limpeza eficiente e adequada. Se você usar um bom shampoo pode pensar em aplicar mais ou menos uma moeda de produto. Moeda? Que medida é essa? É isso mesmo, sabe moeda de 1 real? Pensa nessa circunferência de produto :) Espalhe o produto e aplique na raiz, massageando com a ponta dos dedos. Em seguida enxague. Se julgar necessário repita a operação. O condicionador vai ser aplicado só no comprimento e nas pontas, evitando o couro cabeludo. Fazendo isso você também evita o excesso de oleosidade nessa área. Se seu cabelo é curto, tome bastante cuidado com a quantidade de condicionador aplicado. Aplique bem pouco, só nas pontinhas mesmo. Se seu cabelo for médio/longo vai ser um pouquinho mais fácil aplicar o produto no comprimento e nas pontas.

Se você for aplicar uma máscara de tratamento, deve fazer após o shampoo e só depois de deixá-la agir e enxaguar é que você deve aplicar o condicionador.

  • Como escolher shampoo e condicionador adequado para cabelo crespo/cacheado?

como escolher shampoo adequado para cabelo crespo masculinoA pergunta que não quer calar! Existem shampoos transparentes, perolados e leitosos. Os shampoos transparentes são interessantes pra quem tem o cabelo mais oleoso. Os shampoos perolados são um “meio-termo”, para cabelos normais ou pouco oleosos. Já os shampoos leitosos são indicados para cabelos mais secos. Na foto ao lado mostro a diferença visual entre um shampoo leitoso e um perolado. O leitoso é mais espesso e tem uma “cara” de condicionador, já o shampoo perolado é relativamente transparente e geralmente apresenta um pouco de brilho. Escolher um shampoo adequado considerando se seu cabelo é oleoso, normal ou seco é a dica 1.

Existem algumas marcas que possuem linhas específicas para homens. Para nossa tristeza não necessariamente são para cabelos cacheados e crespos, as principais funções desses produtos eu já contei pra vocês no começo da postagem: evitar a caspa e a oleosidade  já que o couro cabeludo masculino é mais oleoso e reduzir a queda já que a calvície preocupa muito o público masculino. Confira abaixo uma lista de marcas que possuem produtos de cabelo para os homens:

Confira também essas dicas extras para evitar a oleosidade excessiva, a caspa e a queda de cabelo:

  1. Evite usar bonés com muita frequência. O atrito frequente em uma determinada área (principalmente na nuca) pode causar alopécia por tração, isto é, queda de cabelo por causa dessa fricção constante. O mesmo problema pode surgir se você tem o cabelo comprido e costuma usar coques e rabo de cavalo muito apertados. Além disso, o uso de bonés pode abafar o couro cabeludo e estimular a oleosidade.
  2. Utilize produtos adequados para o seu cabelo. Lavar com sabonete não pode! Eu conheço só uma exceção a essa regra, que é o pessoal que segue o Low Poo e faz um shampoo caseiro maravilhoso com sabonete Dove. Mas isso é outra história né migos?
  3. Evite ficar vários e vários dias sem higienizar o couro cabeludo. O suor, a poeira e a poluição podem ficar por lá e contribuir para o aumento da oleosidade.
  • Tópico extra: O que é co-wash? Posso fazer co-wash?

Yamasterol cowash 320ml O co-wash é uma técnica de lavagem que utiliza condicionador sem silicones e petrolatos, muito comum entre seguidores(as) do No Poo. Essa opção pode ser interessante se seu couro cabeludo não for oleoso. Se seu couro cabeludo for muito oleoso, fique só com as dicas dadas anteriormente e use shampoo adequado para controle da oleosidade e da caspa.

O produto da imagem ao lado é o co-wash da Yamá, ele é um condicionador capaz de realizar uma limpeza suave no couro cabeludo porque possui um agente de limpeza chamado Cocamidopropyl Betaine. E como você pode usar isso? Bom, se você lava todos os dias, pode usar o co-wash 2 ou 3 vezes por semana e nas demais lavagens utilizar shampoo. O que não pode ser feito é substituir todas as lavagens pelo co-wash. Esse tipo de produto não é capaz de remover derivados de petróleo como a parafina presente em vários produtos para cabelo. Ele só higieniza sujeirinhas comuns e silicones. Se você não seguir o No Poo e começar a lavar só com co-wash vai sentir o cabelo cada vez mais pesado. Então leve a recomendação anterior a sério!

O co-wash é utilizado do mesmo modo que o shampoo: apenas no couro cabeludo. Depois de massagear bem, enxague o produto completamente.

2. Algumas opções para tratamento de cabelos cacheados/crespos masculinos

Ter o couro cabeludo oleoso não significa que você deve deixar de tratar os fios. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa! A regra geral para todo mundo é o mesmo esqueminha do condicionador: não aplicar máscaras de tratamento no couro cabeludo, apenas no comprimento e nas pontas. Fazer uma boa hidratação a cada 15 dias é um meio eficiente para manter os fios macios e evitar a opacidade. Veja abaixo algumas sugestões de tratamentos para cuidar de cabelos cacheados e crespos de acordo com a necessidade dos fios.

  • Para quem sofre com oleosidade:

A argiloterapia é uma alternativa para quem sofre com oleosidade excessiva do couro cabeludo. Pode ser utilizada na pele também para diminuir a oleosidade, tratando cravos e espinhas. Lá no post do Ana tem tudo que você precisa saber sobre o assunto.

  • Para quem está com o cabelo sem brilho e maciez:

Uma opção de hidratação poderosa e muitos simples de fazer é a mistura de soro fisiológico + bepantol no borrifador. Misture 200 ml de soro fisiológico com uma tampinha de bepantol, borrife no comprimento e nas pontas do cabelo e finalize como de costume.

A hidratação de babosa é uma receita bem antiga que continua fazendo o maior sucesso. Se você gosta de receitas caseiras, não deixe de conferir o post: hidratação com babosa (aloe vera). 

  • Para quem está com o cabelo seco:

A receita de abacate e mel é uma aliada para combater a porosidade e o ressecamento dos fios. A receita básica é 3 colheres de abacate bem amassado com 1 colher de mel. Se tiver cabelos longos, você pode aumentar a mistura mantendo a proporção de três colheres para uma. Para potencializar ainda mais os resultados você pode acrescentar uma colher de máscara de hidratação.

3. Finalização cacheado e crespo masculino

como cuidar de cabelo crespo masculinoRecomendações gerais

Cada pessoa tem sua própria maneira de finalizar e deixar o cabelo do jeito que gosta, então vou colocar aqui só algumas recomendações básicas.

Nunca desembarace os cabelos secos, faça isso com o cabelo úmido. Uma boa maneira de desembaraçar o cabelo é aproveitar o dia de lavagem, com o auxílio do condicionador. Utilize um pente com cerdas bem largas ou somente os dedos. Particularmente, sou partidária do uso só das mãos para desembaraçar.

Já lavou, passou o condicionador e desembaraçou? Pegue uma camisa de algodão e retire o excesso de água apertando levemente. Esfregar não é uma boa. Feito isso, aplique seu creme de pentear/gel e modele com as mãos mesmo. Se for usar gel, prefira produtos sem álcool. Uma opção de gel natural é o gel de linhaça: super barato e fácil de fazer.

Se você gostar de volume, use um pente garfo quando o cabelo já estiver seco para levantar a raiz. Dar uma boa amassada no cabelo para “quebrar” o gel também deixa o cabelo mais solto e natural. Agora se você gosta do efeito durinho do gel, tudo bem também :)

Técnicas de finalização – combinação de produtos

Além do básico água + creme de pentear ou água + gel, existem outras maneiras de finalizar cabelos cacheados e crespos. As técnicas abaixo são para quem gosta de mais fixação e definição.

  • OG (óleo + gel)

Coloque cerca de 3 gotinhas de óleo vegetal nas mãos, espalhe e passe nos cabelos úmidos. Se seu cabelo for oleoso, aplique só nas pontas. Em seguida aplique o gel por cima. Pronto! Agora é só esperar secar naturalmente ou secar com o difusor.

  • LOC (líquido + óleo + creme)

Existem dois meios para fazer essa técnica, veja qual parece mais interessante pra você.

Modo 1: Coloque água ou soro fisiológico até pouco mais da metade de um borrifador, acrescente 2 moedas do creme escolhido e duas gotas do óleo de sua preferência (pode ser uma versão industrializada como o Óleo Cachos Poderosos Fructis ou um óleo vegetal como o óleo de coco por exemplo). Borrife em todo comprimento do cabelo uma quantidade suficiente apenas para umedece-lo e vá ajeitando o cabelo como achar necessário.

Modo 2: Borrife o líquido no cabelo e espalhe bem. Passe em seguida o óleo (bem pouco, só umas gotinhas) e aguarde de 5 a 10 minutos. Por fim, aplique um pouco de creme e penteie com os dedos.

Técnicas de finalização – modelagem

Dedoliss

“Dedoliss” é um trocadilho com o “babyliss”, mas pra fazer felizmente não precisa usar nenhuma fonte de calor! Tudo que você precisa é usar os dedos para fazer cachos no cabelo. Essa é uma técnica para os rapazes cacheados que buscam por um cabelo bem definido. Depois que os cachos estiverem secos é legal separar alguns cachos para o resultado ficar bem natural. Vale também dar uma soltadinha na raiz usando as mãos ou um pente garfo. Sucesso!

Fitagem

A mais famosa técnica para quem gosta de cachos definidos. Funciona bem para quem tem cabelos ondulados e cacheados. Consiste em pentear o cabelo divido por partes, aplicar o gel/creme e pentear com os dedos. Conforme você penteia, vai ver que o cabelo forma “fitas”, cachos bem grossinhos e definidos. Aqui no blog tem um post da Ana explicando os detalhes, dá uma conferida se você se interessar pelo assunto.

Plopping

Essa técnica é bem tranquilinha de fazer e prática. Ela funciona bem para quem tem cabelos médios e longos. Para fazer você vai precisar de um creme/gel e uma camisa de algodão ou uma toalha de microfibra. Veja o passo-a-passo no post: Plopping: técnica para secar e definir cabelos ondulados, cacheados e crespos

4. Algumas coisas continuam as mesmas

portrait-1122364_960_720Várias dicas que compartilhamos aqui no blog também servem para cabelos cacheados e crespos masculinos e vocês já devem ter notado isso nesse post. Se seu cabelo desmancha ou amassa muito durante a noite, confira essas dicas para manter o cabelo bonito no day after (dia seguinte). Confira também nossas dicas para usar e abusar do borrifador. Se o seu problema é o excesso de frizz, veja as diconas da Ana no guia definitivo para acabar com o frizz mas tenha em mente que o frizz é normal viu? Faz parte da vida.

5. Se cuidem rapazes!

A saúde e o crescimento dos cabelos depende de boa alimentação. Saiba que má alimentação e fatores como o stress e o abuso do álcool e do cigarro podem contribuir para fios mais fracos.

You may also like