Mãe e filha crespa/cacheada: como conciliar cuidados?

Mês passado uma seguidora deixou essa sugestão de tema no inbox e eu achei super legal! A gente sabe que muitas mães fazem de tudo para cuidar dos seus filhos e que por vezes deixam até o cuidado de si mesmas de lado. Aí vem rotina, trabalho, muita correria e fica tudo mais complicado. Por isso, trouxe algumas dicas para tentar conciliar as duas coisas. Bora lá!

Mãe e filha crespa ou cacheada

Como conciliar cuidados

Produtos adequados: Aqui é cada um no seu quadrado. Nada de usar produtos para adultos nas crianças. Apesar da semelhança de texturas, aqui as necessidades são diferentes! Os cosméticos para o público infantil são formulados para prevenir possíveis reações alérgicas e se adequam às características dessa pele tão delicada.

Conforme a fase de desenvolvimento, alguns produtos são liberados. Consulte o rótulo para saber a faixa etária indicada ou entre em contato com o SAC da empresa. Se tiver alguma dúvida, recorra ao pediatra. Outro detalhe é que já existem linhas que foram pensadas para uso de mães e filhos. Essa pode ser uma ótima alternativa para conciliar os cuidados e economizar.

Mãe e filha crespa/cacheada como conciliar cuidados

Exemplo de linha “Mãe e filha” para cabelos cacheados e crespos, marca #TodeCacho

Veja também:

Como escolher produtos adequados para as crianças

5 finalizadores para cabelo infantil cacheado e crespo

Rotina mais simples: Crianças não precisam de rotinas elaboradas com cronograma capilar e uma série de produtos. Mesmo porque, estamos falando de cabelos que geralmente não foram alisados ou relaxados e que, nesse sentido, possuem necessidades de reparação muito pequenas. O ideal aqui é se concentrar na redução de danos: desembarace os fios com cuidado, utilize produtos adequados e evite excesso de calor e químicas agressivas. Também vale prestar atenção na quantidade de produto aplicada para não pesar os fios.

No caso das mamães, ampolas e máscaras com ação instantânea são uma boa pedida! Procure por produtos com ação em até 3 minutos, desses que você pode aplicar rapidamente no banho, assim você não deixa de cuidar dos fios e não perde muito tempo na aplicação.

Finalizações mais eficientes: Ao invés de lavar e finalizar todos os dias, experimente fazer uma finalização bem caprichada. Em crianças maiores, a combinação de um pouquinho de creme e gel pode ser uma boa alternativa porque garante muita fixação. Teste o que funciona melhor: se é um creme mais consistente, se é um gel, se é o dedoliss, a fitagem, etc. Depois que você descobre a “fórmula” fica bem mais fácil.

Ah, e outra coisa: a gente não precisa pentear o cabelo todo dia! Invista em penteados rápidos no seu cabelo e no cabelo da sua filha. Coques, tranças, twists, laços, tiaras e outros elementos são boas dicas. Quando necessário arrumar os cabelos no dia seguinte, use um pouquinho de leave-in apenas nos cachos que amassaram. Você também pode recorrer ao borrifador para revitalizar os cachos.

Quer ideias para penteado infantil? Então corre lá no nosso Pinterest, tem muita coisa legal!

Corte na medida: Há quem goste de cultivar o cabelo longo nas crianças mas nem sempre essa é a mais prática. Crianças costumam ser agitadas, gostam de pular e brincar bastante. Cabelos excessivamente longos podem prejudicar essa mobilidade. É um tal de tira cabelo da cara daqui, desenrosca dali e sobra muito embarace e MUITOS nós. Um corte médio pode facilitar e muito esses cuidados. Já o hábito de tirar as pontinhas ajuda a retirar os temidos nós de fada.

Então essas foram as dicas de hoje! Você é mãe e enfrenta esse dilema? Conta pra gente quais são seus truques!

Maressa De Sousa

Maressa, 24 anos, baiana. Mestranda em Antropologia. Cabeleireira. Ama filmes e livros de ficção. Para ela, a transição capilar marcou o início de muitas outras transformações.







comments


Leave a Comment