Eles também podem – Bruno Rocha

Sinceramente, eu nunca vi um menino tão empenhado em cuidar dos cachinhos como esse que iremos conhecer hoje. Ele sempre me chama in-box pra pedir opiniões de produtos, e dicas. Acreditem, ele fez até um BC recentemente! Olhem que fofo o Bruno Rocha, gente!

cachos do bruno rocha - cacheia

Bruno Rocha, 22, Teixeira de Freitas-Ba

Sempre acompanho a página Cacheia e venho lendo as histórias de vocês para lidar com a rebeldia dos cachos, rsrs.

Então, meu cabelo é crespo com tendência ao cacheado, e confesso que já fiz de tudo pra que os cachos ficassem mais soltos, mas ainda não encontrei essa fórmula mágica.

Já mantive meu hair um pouco black e tinha aquele receio bobo de sair nas ruas, pois ficava pensando mais no que as pessoas achariam de mim do que na minha própria opinião – o que realmente deve contar na vida de um (a) crespo (a), cacheado (a), black.

Eu sabia que meu cabelo não estava do jeito que eu queria, mas era meu cabelo e, assim sendo, não queria que ninguém botasse defeito.

Aos poucos, fui deixando de lado o tabu e os preconceitos que as pessoas criam da gente e do nosso cabelo! Pois é lema que na vida de uma pessoa cacheada ou crespa a identidade fala mais alto pelo seu cabelo.

Então, tenho aprendido a amar o cabelo como ele é, sem me importar com o que os outros vão pensar de mim, pois, o cabelo é meu, já o preconceito é todo deles! E hoje luto por uma sociedade mais cacheada!

Depois de várias tentativas que não proporcionaram o resultado que eu desejava, decidi raspar tudo e fazer o BC. Máquina zero e, pra radicalizar, navalha também! : o

cacheia