Hoje conheceremos a Caeline, que por causa da sua decisão de voltar ao cabelo natural sofreu diversos preconceitos, mas os superou e foi até o fim. O resultado foi  um crespo maravilhoso e a sensação de liberdade ao se livrar da química.

Cacheia
Caeline Castor

Quando decidi cachear poucas pessoas me apoiaram, disseram que ficaria feia, por ser magra e tal, mas mesmo assim resolvi deixar cachear, quando fiz o BC muitas pessoas começaram a me julgar pelo fato de ser evangélica eu não poderia cortar meu cabelo, chegaram até a dizer que eu estava escandalizando o evangelho, no momento fiquei triste, mas minhas amigas me colocaram pra cima.

Não me arrependo de ter cortado, amo meu cabelo, amo meu black, tenho 3 meses de BC. Não tenho vergonha de assumir o que sou, a minha identidade.

Cacheia
“Sou negra, sou black com muito orgulho.”

You may also like