Trança boxeadora: material, preço, cuidados e dicas

trança boxeadora longa

E aí gente! Essa semana realizei uma vontade antiga e coloquei tranças bem longas no modelo boxeadora. E como percebi que muita gente tinha dúvidas sobre o assunto, preparei um vídeo e um textinho para responder tudo. Confira!

Trança boxeadora

1. Quanto custa? As minhas custaram 80 reais pela mão de obra e além disso usei 2 pacotes de “apliques” de 9 reais cada, mas em geral esse preço pode variar bastante.

2- Que material usar? Eu usei a fibra tipo “jumbo”. Pra deixar um resultado mais natural vale a pena escolher a cor mais próxima dos seus fios.

Dica: antes de trançar, finalize o cabelo com um produto bem levinho. Para fixar a trança, é comum utilizar uma grande quantidade de gel. Assim, se os fios já estiverem com muito creme, podem criar a “falsa caspa” e reduzir a “vida útil” da sua trança.

3- Como conservar? Dormir com uma touca de cetim ajuda a combater excesso de frizz e preservar por mais tempo.

4- Quando tempo dura? Essa é a primeira vez que estou fazendo esse penteado, então veremos. Segundo pesquisei ela dura bem pouco, em torno de 7 a 10 dias. Ou seja: é uma opção legal pra sair, ir numa festa, final de semana, viagem curta, etc. Pra dizer a verdade acho que nem aguento deixar mais de uma semana mesmo, tenho raiz oleosa e faço esporte SOS hahaha 😅 Tendo a pensar que a durabilidade também está relacionada ao material, aos nossos cuidados e ao tipo de cabelo.

5- Estraga o cabelo? Certamente se as tranças forem feitas de forma inadequada os fios podem sofrer com a quebra, pode ocorrer incômodo no couro cabeludo, etc. Com um bom profissional e a manutenção adequada, dá pra mudar o visual tranquila 😊

Dica: Assim que a gente tira as tranças, os fios ficam com aspecto esticado por causa do gel e da tração, mas não se preocupe! Faça uma lavagem cuidadosa para se livrar do acúmulo de gel e outros resíduos no couro cabeludo. Além disso, é legal fazer uma hidratação para devolver a maciez e o brilho dos fios. Com tantos dias expostos ao sol, à poeira, suor e  outros agentes externos, os fios pedem um cuidado extra.

4- Onde fazer? Eu fiz as minhas com uma moça que atende na cidade de Contagem/MG. Se você é de Contagem e ficou interessada, confira esse link. Pras meninas de BH sei que tem muitos salões que trabalham com tranças, como o @todoblackepower. Tem um grupo no Facebook chamado Com que trança eu vou? que reúne trancistas do Brasil todo, também vale a pena passar por lá e pesquisar salões e profissionais.

Veja também:

Maressa De Sousa

Maressa, 23 anos, baiana. Mestranda em Antropologia. Ama filmes e livros de ficção e aventura. Para ela, a transição capilar marcou o início de muitas outras transformações.







comments


Leave a Comment

dicas, penteados, cortes e muito mais!

Inspirações

Segue o Cacheia no Pinterest!
Quero seguir!
close-link