pH: saiba o que é e o que ele diz sobre os produtos capilares e os seus cabelos

Na hora de cuidar do cabelo natural muitas mulheres possuem dúvidas bem comuns tais como: “O que significa a sigla ‘pH’ no rótulo dos produtos?”, “Tenho que usar condicionador sempre que usar shampoo/máscara?”, “Quando devo usar shampoo antiresíduos?”, “Qual é a relação entre o vinagre de maçã e o pH do cabelo?”. É tendo essas perguntas em mente que vamos falar sobre pH, produtos como shampoo, condicionador e máscara e receitas caseiras usadas para selar os fios.

O que significa a sigla ‘pH’ no rótulo dos produtos?

A sigla “pH” significa “potencial hidrogênico”. O pH indica pra gente o quanto uma substância é alcalina, neutra ou ácida. A escala do pH vai de 1 a 14. Quando o pH de uma substância é menor que 7 o produto em questão é ácido. Quando o pH é maior que 7 é alcalino e se o pH for igual a 7 temos uma substância neutra. No caso dos nossos cabelos, o pH dos fios gira em torno de 4,2 e 5,8. Esses valores estão mais próximos de um pH ácido conforme essa lógica.

tabela-de-ph1

E por que precisamos conhecer um pouco sobre pH nessa vida? Porque isso ajuda a entender bastante como funcionam alguns processos bem comuns: colorações, descolorações, alisamentos, lavagem, etc. Vamos ver como isso funciona na prática!

Shampoo normal, shampoo antiresíduos e pH

De modo geral, o pH ideal do shampoo varia entre 5 e 6. A ideia é utilizar shampoos levemente ácidos. Os shampoos antiresíduos possuem um pH mais alto, acima de 7 (alcalinos) e é por possuírem essa característica que merecem um pouco de atenção na hora de usar. Os shampoos antiresíduos são interessantes para quem precisa fazer uma limpeza profunda dos fios. Os cabeleireiros geralmente utilizam esse produto antes de algum processo químico mais importante, para remover resíduos e também para “abrir” a cutícula do fio e facilitar a ação de um determinado produto. Todo o restinho de produtos como cremes de pentear, mousses, condicionadores, óleos, etc, é removido com a utilização desse tipo de produto. Muitas mulheres recorrem ao shampoo antiresíduos após usar e abusar de sprays, mousses e outros produtos utilizados para fixar aquele penteado caprichado, por exemplo.

O acúmulo de produtos a longo prazo pode deixar os fios opacos, muito pesados e dificultar a absorção de nutrientes, por isso uma das funções do shampoo antiresíduos é higienizar os fios e livrá-los de todo o excesso de silicones, petrolatos, etc. Mas é bom tomar bastante cuidado: o shampoo antiresíduos não devem ser usado com frequência porque possui uma capacidade de limpeza muito significativa e pode, a médio ou longo prazo, deixar os fios ressecados. O ideal é usar apenas uma vez por mês se seu cabelo é normal e você sentir essa necessidade. Quem sofre com oleosidade excessiva pode usar a cada 15 dias. Eu, Maressa, particularmente não gosto de usar o antiresíduos porque meus fios são crespos e um pouco secos. Sinto que meus fios perdem muita da oleosidade natural quando utilizo esse tipo de shampoo.

E os shampoos infantis heim? Algumas meninas utilizam shampoo infantil no Low Poo porque muitos deles são livres de sulfato. Mas tem um detalhe importante: boa parte deles possuem pH neutro (7) ou um pouco mais alto, equivalente a 7,2 (alcalino). Então no caso dos adultos, principalmente no caso daqueles que tem o cabelo mais seco, é importante tomar muito cuidado na hora de utilizar esse tipo de shampoo. Tem produto que funciona super bem para crianças que não funciona pra gente. E tem coisas que funcionam maravilhosamente pra nós mas que devem passar bem longe do cabelo das crianças. Já ouvi muitos casos de meninas que sentiram o shampoo Johnson’s Baby Cheirinho Prolongado (azul) teve praticamente o efeito de um shampoo antiresíduos nos fios. A dica é então, se for usar, fazer isso com moderação, a cada 15 dias e intercalar com o uso de um shampoo mais hidratante.

Alguns produtos utilizados nos processos de descoloração, coloração, alisamento, etc; também são alcalinos e possuem a capacidade de abrir a cutícula dos fios. Se você já alisou os fios deve se lembrar que um produto neutralizante acompanhava o kit. A ideia de usar esse tipo de componente é equilibrar novamente o pH dos fios e fechar as cutículas. No nosso dia-a-dia esse mesmo princípio é frequentemente aplicado quando usamos o condicionador. Saiba mais sobre isso abaixo.

Máscaras, condicionadores e pH

Tenho que usar condicionador sempre que usar shampoo/máscara?

Quando comecei a usar o cabelo natural, descobri que o condicionador era um grande aliado, principalmente se usado da forma correta. O produto deve ser aplicado apenas no comprimento e nas pontas do cabelo. Para quem tem cabelo cacheado/crespo a grande dica é caprichar no uso do condicionador principalmente nas pontas. Além de deixar os fios mais macios e com brilho o condicionador tem uma função bem importante: “selar” as cutículas. pH dos cabelos máscara com ph baixo 3,0

Explico: quando você usa um shampoo de pH alcalino, ele vai “abrir” a cutícula para realizar a limpeza dos fios. O shampoo geralmente é utilizado antes da máscara de tratamento justamente porque abre a cutícula e permite que determinados componentes penetrem no fio. Depois disso, o ideal é usar o condicionador para “fechar” as cutículas novamente. A capacidade de selar os fios vem do pH do condicionador, que é ácido.

Algumas máscaras possuem o pH mais baixo, por isso dispensam o uso de condicionador porque por si só já são capazes de selar os fios. Um exemplo é esse lançamento da Haskell que está na foto ao lado, ela tem o pH equivalente a 3,0. As informações sobre o pH geralmente estão disponíveis no próprio rótulo dos produtos. Se você não conseguir descobrir o pH da sua máscara, utilize o condicionador por via das dúvidas. O importante é preservar a hidratação dentro do fio, certo?

Como manter o pH dos cabelos equilibrado?

Bom, diante a explicação anterior uma coisa é certa: é importante usar condicionadores ou máscaras com o pH baixo após a utilização do shampoo a fim de selar as cutículas. Além disso, para quem deseja manter os fios fortes e saudáveis é importante manter uma rotina de cuidados com os cabelos. Separamos várias dicas importantes sobre o assunto nesse post: Cronograma capilar: SOS cabelo. Abaixo seguem algumas dicas para combater a porosidade dos fios.

Combate à porosidade

  • Dicas gerais

Nossos cabelos podem dar sinais de que o pH dos fios não está equilibrado. Se os fios estão porosos (ásperos ao toque e com “ondulações” na superfície do fio) e ressecados, isso pode significar que a cutículas está “aberta” e bastante exposta a danos externos. Fios danificados por alisamentos/relaxamentos/progressivas/colorações podem perder massa e apresentarem dificuldade para reter hidratação. Esta acaba saindo com a mesma facilidade com que entra. Os produtos para reconstrução atuam mais ou menos como uma “operação tapa-buraco”, preenchendo espaços do fio que foram danificados. Embora os danos não sejam realmente reversíveis, o uso de máscaras e leave-ins com proteínas hidrolizadas, queratina e aminoácidos tende a amenizar o problema. O uso de óleos vegetais também ajuda bastante a devolver o brilho e a maciez dos fios e combater o ressecamento. Já falei sobre o assunto no post de cuidados pré e pós-coloração para cabelos crespos e cacheados. Outros posts que podem ser bem úteis para quem está enfrentando o problema:

Umectação capilar: o que é, como fazer e benefícios para o cabelo

Aprenda a usar óleos vegetais no cabelo

  • Vinagre de maçã pode selar as cutículas?

Algumas meninas utilizam receitas caseiras para selar a cutícula dos fios e ganhar cabelos cheios de brilho. Uma “receita” bem famosa é o uso do vinagre de maçã no último enxague. A justificativa do uso do vinagre de maçã segue a mesma lógica do uso do condicionador: trata-se de uma substância ácida e a idéia é que o vinagre sele os fios, equilibrando o pH dos cabelos e combatendo a porosidade. No post feito pela Raysa, ela sugere a mistura de uma colher de sopa de vinagre de maçã em 500 ml de água filtrada. O procedimento é bem simples: após a lavagem com o shampoo, borrife a mistura de água e vinagre de maçã no comprimento e nas pontas do cabelo. Se quiser, você pode lavar com shampoo, aplicar uma boa máscara de tratamento e deixar agir e enxaguar. Por fim borrife a mistura de vinagre e água no comprimento e nas pontas. Não é preciso usar o condicionador depois, apenas finalizar como de costume. Mas se você realmente não quiser abrir mão do condicionador pode enxaguar a máscara/shampoo e aplicar um condicionador só para doar um pouquinho de maciez aos fios. Depois de enxaguar o condicionador, borrife a misturinha de água e vinagre e pronto. A receita pode ser utilizada a 15 dias se os fios estiverem levemente danificados ou 1 vez por mês, se os fios estiverem saudáveis.

pH dos cabelos vinagre de maçã no cabelo para selar cutículas

E quais são os riscos do uso do vinagre de maçã nos cabelos? Para começar, vale a recomendação de sempre: certifique-se que você não é alérgico ao vinagre ou algum de seus componentes antes de usar. As alergias podem nos pegar de surpresa. Um artigo da Ehow  alerta para a presença de sulfitos nos vinagres, eles são conservantes que podem estar presentes em produtos alimentícios e que podem gerar reações alérgicas. Recentemente tenho visto a preocupação de muitas crespas e cacheadas com os parabenos – que também são conservantes – utilizados pela indústria cosmética e achei relevante alertar para a presença dos conservantes também nos alimentos que por vezes acabamos utilizando nos cabelos.

Vale a pena lembrar também que o vinagre de maçã não deve ser aplicado puro: o ideal é mistura com água. Outra preocupação importante é evitar borrifar a mistura no couro cabeludo para evitar a irritação do mesmo. Algumas mulheres relatam que o vinagre desbota a coloração/tonalizante com mais rapidez, é interessante prestar atenção nisso. Por último e não menos importante: vinagre não faz milagres. Se seus fios estão muito danificados, se você sofreu corte químico ou passou por um procedimento muito agressivo para a saúde capilar, busque por orientação de um bom profissional para estabelecer uma rotina de cuidados e recuperar os fios. Receita caseira não vai resolver :)

Foto de capa: Maria Augusta, estudante de Publicidade e Propaganda,atualmente morando em são Borja-RS

Maressa De Sousa

Maressa, 23 anos, baiana. Mestranda em Antropologia. Ama filmes e livros de ficção e aventura. Para ela, a transição capilar marcou o início de muitas outras transformações.







comments

Comentários

Olá, É verdade que o bicarbonato de sódio diluído em água também pode substituir o shampoo anti resíduos?

Oi Lavie, tudo bem? Até onde eu sei, não substitui. Ele realmente vai abrir as cutículas, talvez ajude na higienização do couro cabeludo removendo poeira, poluição, etc; mas a formulação do shampoo antiresíduos é bem específica. Possui sulfatos e outros detergentes especialmente desenvolvidos para uma limpeza profunda dos fios e para retirar componentes como os petrolatos e silicones insolúveis.

Abraços!

Bicabornato não limpa só abre as cutículas

Olá Maressa, estão de parabéns pelo blog.. Sempre acompanho vcs :D
Achei mt interessante seu post, mas surgiu uma duvida, ontem eu usei o vinagre de maçã misturado num creme de hidratação com umas gotinhas de azeite extra virgem e o resultado foi muito bom, mas li aqui que nao deve ser aplicado puro, será que o uso dele na mascara vai danificar meu cabelo?

Oi Vitória, tudo bem? Realmente não sei te responder essa pergunta sobre os impactos do uso dentro de uma máscara. Mas pelo que você me contou, o resultado foi bom, certo? Diante disso só posso reafirmar que pelo que eu pesquisei, o ideal é realmente utilizar o vinagre de maçã com água para equilibrar o pH e deixar bem próximo do pH normal dos nossos fios.

Abraços!

Ótimo post!! Bem esclarecedor. Qual seria o PH do vinagre no caso?

Oi Talita, tudo bem? Pelas minhas pesquisas em geral é bem baixo, em torno de 3.

Mais um post maravilhoso <3

Porosidade também acontece em cabelo natural? Porque não tenho nenhuma química(nem de coloração) e meu cabelo parece que não "retém" a hidratação; hidrato num dia, fica maravilhoso, e no outro já tá super áspero. Se sim, vc recomenda mais fazer uma reconstrução ou usar um creme de pentear com proteínas e etc?

Oi Elis, tudo bem? A porosidade está bem associada ao uso de químicas mais agressivas como descolorações, decapagens, relaxamentos, etc; que danificam a estrutura do fio. Quando falo de um cabelo poroso, estou falando de um fio que além de ressecado, está áspero, quebradiço, opaco, com pontas duplas e suscetível à queda. Um cabelo poroso tem tanta dificuldade para absorver substâncias que não segura coloração e perde hidratação com facilidade. Se seu cabelo está 100% natural e você mantém uma rotina de hidratações regulares, talvez o maior problema dos seus fios seja o ressecamento e não exatamente a porosidade. De qualquer modo, seria preciso fazer um teste para ter certeza. Você conhece o teste da bacia?

Para o problema da porosidade, a reconstrução é indicada sim, além das nutrições. Para o problema de ressecamento, principalmente nutrições. Dá uma olhada no nosso post sobre cronograma capilar e confira as rotinas sugeridas para cabelos saudáveis ou pouco danificados, talvez te ajude: http://cacheia.com/2013/11/cronograma-capilar-sos-cabelo/ Acredito que seus fios realmente estão naturais e sem química, uma rotina de cuidados regulares pode contribuir bastante para manter os fios saudáveis e hidratados.

Outro post interessante é esse aqui: http://cacheia.com/2014/06/cronograma-capilar-qual-etapa-meu-cabelo-esta-precisando/

Abraços!

Oiiii então, queria saber sobre borrifar canela em pó.… sou cacheada e tenho luzes

Oi Carla, tudo bem? Nunca usei e confesso que não sei muito sobre o assunto. Mas tem um post da Ana sobre receitas que indica a canela para ajudar na definição. Seria esse o seu objetivo? Ou seria clarear o cabelo com canela? Não entendi muito bem. De todo modo, segue o link de um post aqui do blog sobre a canela: http://cacheia.com/2014/02/definicao-capilar-receitas-caseiras/

Abraços!

No caso, quem faz NoPow, deveria ter dois condicionadores com PH diferentes (Um alcalino e outro ácido)?

Oi Rebecca, tudo bem? Tem um manual aqui no blog sobre o No Poo, dá uma olhadinha: http://bit.ly/guianopoo

Abraços!


Deixe um comentário

error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não deve ser copiado ou reproduzido sem permissão prévia e sem atribuição dos créditos. Blog Cacheia 2013-2016.