Colorações

Cuidados pré-coloração e pós-coloração para cabelos cacheados e crespos

31 de janeiro de 2016

Cuidados pré-coloração para cabelos crespos e cacheados

1. Tonalizante, coloração ou descoloração: qual método devo escolher?

Cuidados pré e pós-coloração para cabelos crespos e cacheadosAntes de falar sobre os cuidados em si, é preciso ter em mente que dependendo do método escolhido para mudar o visual dos fios, os fios podem sofrer mais ou menos danos. A escolha do método é uma etapa super importante na etapa de pré-coloração.

A coloração é uma ótima maneira de mudar o visual mas dependendo do estado dos fios ela pode deixá-los mais ressecados. Isso porque a ação de determinadas substâncias como a amônia – presente em várias tinturas – podem deixar a cutícula dos fios mais exposta a danos externos. Nos cabelos virgens, a coloração consegue abrir alguns tons mais claros, mas quando você já usou uma coloração permanente, uma nova coloração não vai abrir mais tons. Pode até escurecer, mas clarear não. Portanto, se você estiver pensando em deixar os fios ainda mais claros, provavelmente vai precisar recorrer à descoloração. Procure um bom profissional para orientá-lo(a). A descoloração é um processo mais agressivo que as colorações e se for feita de modo incorreto, pode gerar porosidade, quebra, queda e pode inclusive alterar a estrutura dos fios, esticando seus cachos.

IMPORTANTE:

  • Se você fez uma coloração recentemente e não gostou do resultado, não deve aplicar outra por cima logo em seguida. Um tempo de pausa entre colorações é muito importante para evitar danos.
  • Fazer descoloração e outros processos químicos como relaxamentos, permanentes etc; simultaneamente pode ser uma má ideia. Incompatibilidade química é um problema enorme! Acompanhamento profissional, atenção aos produtos utilizados, cuidados entre um processo e outro e o respeito ao tempo de pausa ajudam a garantir que os fios não sofram tanto com essas intervenções.
  • É sempre bom lembrar que alguns componentes presentes nos produtos para coloração, descoloração e tonalizantes podem causar reações alérgicas em algumas pessoas e isso é muito sério! Por isso é tão importante considerar se você já tem algum histórico de alergias anteriores, que produtos pretende utilizar, contar com ajuda profissional e SEMPRE fazer o teste de mecha e de sensibilidade conforme indicado pelos fabricantes.

Enquanto a coloração deposita a pigmentação dentro dos fios, os tonalizantes agem na superfície dos fios acrescentando brilho e reavivando a cor. A grande vantagem é que eles agridem um pouco menos que as colorações já que não possuem amônia. Os tonalizantes podem ser utilizados por quem quer fazer uma manutenção da cor que já possui (para realçar a cor dos cabelos vermelhos por exemplo) e inclusive para cobrir temporariamente fios brancos.Cuidados pré e pós-coloração para cabelos crespos e cacheados

Na minha última mudança de cor, descolori várias mechas do cabelo e deixei a raiz na cor natural. Optei por fazer isso porque não pretendia ficar com o cabelo completamente claro e porque não sou lá muito fã de manutenção da cor. Eu já havia feito descoloração meses atrás e por isso meus fios já estavam mais claros em relação ao tom natural. A descoloração durou cerca de 25 minutos e o resultado foi esse da foto.

Minha ideia foi deixar os fios entre o cobre e o dourado. Utilizei um tonalizante da Soft Color na cor Caramelo Dourado no dia seguinte à descoloração. O efeito desse produto vai durar por mais ou menos 24 lavagens.

Separei abaixo alguns exemplos de tinturas e tonalizantes que não possuem amônia e são menos agressivas para nossos cachinhos. Três delas possuem água oxigenada em baixa volumagem.

tinturas sem amônia - Cuidados pré e pós-coloração para cabelos crespos e cacheados

Low PooNo Poo e as colorações

Na hora de colorir, as crespas e cacheadas que seguem o Low Poo ou No Poo tem duas opções. A primeira é buscar por tinturas e tonalizantes liberados para a técnica. Se você quiser a primeira opção, deve checar se a água oxigenada, a coloração/tonalizante e os demais produtos que fazem parte do kit como os condicionadores, tubos de tratamento e reavivadores de cor estão livres dos seguintes componentes: mineral oil/óleo mineral, paraffinum liquidum/parafina líquida, isoparafin/isoparafina, petrolatum/petrolato, vaselin/vaselina, dodeceno/dodecano, isododeceno/isododecano, alake/alcano. Não pode ter nenhum, tá bom? Quem segue No Poo deve evitar também os silicones insolúveis.

Cuidados pré e pós-coloração para cabelos crespos e cacheadosEssa tarefa pode ser um pouquinho complicada para quem acabou de começar a técnica, então eis a segunda opção, um pouco mais tranquila: colorir ou tonalizar com os produtos que você escolher (mesmo que sejam proibidos) e na próxima lavagem usar um shampoo com sulfato e sem petrolatos (aqueles componentes listados anteriormente) para tirar todos os resíduos. Essa lavagem deve ser bem cuidadosa. Massageie bem o couro cabeludo, enxague, reaplique o shampoo, massageie e enxague. Depois de uma boa lavagem você já pode voltar para a sua rotina Low/No Poo normalmente. Para evitar o ressecamento excessivo dos fios em função do uso de sulfato, opte por um shampoo mais hidratante (de preferência shampoos perolados ou leitosos). Veja ao lado um exemplo de shampoo com sulfato e sem petrolatos leitoso.

Você não precisa fazer essa lavagem com shampoo com sulfato no mesmo dia que coloriu/tonalizou os fios. Dê um tempinho para que os novos pigmentos se fixem nos fios :)

2. Como preparar os fios para coloração e descoloração – fortalecendo os fios

Preparar os fios para passar por processos de coloração e descoloração é muito importante para garantir que os fios permaneçam saudáveis. Algumas crespas e cacheadas já mantém uma rotina de cuidados conhecida como cronograma capilar que ajuda bastante a deixar os fios fortes e saudáveis. Se você não costuma realizar hidratações com frequência e pretende descolorir e/ou colorir os fios, é interessante começar a cuidar os fios antes de passar por esses processos químicos.

Pelo menos um mês antes de colorir/descolorir, comece a hidratar os fios 1 vez por semana. Produtos com pantenol, aloe vera (babosa), óleo de rícino e jaborandi podem auxiliar no fortalecimento dos fios. Se os fios estiverem secos, máscaras com óleo de argan, óleo de coco e manteigas vegetais são uma ótima alternativa. Se no final dessa jornada de 4 hidratações (1 hidratação por semana durante um mês), você ainda sentir que seus fios precisa de ajuda extra, você pode fazer 1 reconstrução (apenas uma aplicação!) utilizando queratina líquida ou uma máscara de reconstrução. Na máscara de reconstrução, procure por componentes como: queratina, arginina, ceramidas, colágeno, etc.

Para fazer uma hidratação/nutriçãoreconstrução usando uma máscara de tratamento, o procedimento é bastante simples: lave com shampoo (se você faz No Poo, faça seu co-wash), aplique sua máscara de hidratação/nutrição/reconstrução, massageie bem e deixe o produto agir conforme o tempo indicado no rótulo. Depois é só enxaguar e utilizar um condicionador para selar a sua hidratação/nutrição/reconstrução. Esse processo é bem simples  a gente já sabe de cor, mas algumas pessoas ficam na dúvida quando o assunto é reconstrução com queratina líquida, por isso vou explicar pra vocês como eu uso esse produto abaixo :)

Cuidados pré e pós-coloração para cabelos crespos e cacheadosComo eu faço minha reconstrução

Na etapa de reconstrução, tenho usado a queratina líquida da Keramax quando percebo que meu cabelo está mais danificado. O produto é liberado para quem segue o No Poo e o Low Poo.

Com o cabelo limpinho (lavado com shampoo), eu aplico a queratina com auxílio do spray, distribuindo o produto por todo comprimento dos fios. Com as mãos faço uma massagem em todo o cabelo e deixo o produto agir por mais ou menos 15 minutos. Em seguida, enxaguo o cabelo (apenas com água), utilizo uma toalha para retirar o excesso de água e aplico uma máscara de hidratação. A máscara fica no cabelo por 10 minutos e em seguida vem o enxague. Depois, aplico condicionador, massageio bem e voilá! Está pronto :)

 

3. Chega a hora de mudar

A maioria das tinturas recomendam que os testes de mecha e de sensibilidade sejam feitos 48 horas antes. Leve essas recomendações a sério e não deixe de testar! Sua saúde é mais importante do que qualquer mudança no cabelo!

Muitos profissionais preferem que os fios estejam sujos no momento de colorir/descolorir. Recomenda-se  que os cabelos estejam “sujos” (sem lavar), há pelo menos 1 dia.  O motivo é que a oleosidade formada ajudaria a proteger os fios. Essa dica é particularmente interessante para quem tem os cabelos mais secos mas precisa ser avaliada com cuidado em outros casos. Vale a pena destacar que o excesso de oleosidade e o acúmulo de outros componentes de outros produtos como  silicones, parafinas e de elementos como a poeira nos fios também pode prejudicar a eficiência da coloração.

Truque extra – óleo vegetal antes da pré-coloração

Nos já mostramos aqui varias maneiras de usar óleos vegetais nos cabelos e hoje vou apresentar pra vocês mais uma utilidade. No dia da coloração, aplique um pouquinho de óleo vegetal (óleo de coco por exemplo) no comprimento, distribuindo bem. Tem que ser pouco mesmo, tudo bem? Não é preciso enxaguar.

Cuidados pós-coloração para cabelos crespos e cacheados

Cuidados gerais pós-coloração e pós-descoloração

Acabou de descolorir, pintar ou tonalizar os fios? Preste atenção nessas dicas simples para cabelos crespos e cacheados no pós-química:

  • Leave-in com proteção solar: Algumas cores sofrem mais com os efeitos do sol do que outras. Tonalidades vivas como o vermelho por exemplo e os tons de loiro, sofrem e muito com a oxidação causada pela exposição ao sol e desbotam com certa facilidade. Para conservar a cor por mais tempo, utilize um creme de pentear ou leave-in com proteção solar sempre que você for se expor ao sol e principalmente quando for se refrescar: o sol, o mar e até o cloro das piscinas podem acelerar o processo de desbotamento da sua cor.
  • Lavagem: evite lavar os cabelos com água quente: utilize água fria ou morna. A água quente pode danificar os fios e estimular o excesso de oleosidade no couro cabeludo. Utilize shampoos e condicionadores adequados para manutenção da sua cor.
  • Não deixe os cuidados de lado: fios recém descoloridos ou coloridos pedem manutenção. Hidratações semanais são muito bem vindas. Outra dica importante é investir na reconstrução capilar: uma vez por mês, utilize uma máscara reconstrutora para amenizar os danos causados pela descoloração ou coloração com amônia.

Cuidados pós-descoloração: como acabar com a porosidade

Em geral, as descolorações costumam ser mais agressivas que as colorações e contribuem para que os fios se tornem porosos. Cabelos porosos possuem aspecto ressecado, são mais ásperos ao toque (se você passar o dedo pela extensão de um fio, pode sentir algumas elevações) e podem possuir mais pontas duplas. Os processos químicos como a descoloração podem deixar a cutícula dos fios “aberta”, o que pode causar alguns probleminhas: o cabelo absorve água rapidamente mas também perde hidratação com facilidade. A porosidade pode dificultar inclusive a absorção de novos pigmentos nas futuras colorações. Se seus fios ficaram um pouco porosos depois da descoloração, confira essas dicas:

Cuidados pré e pós-coloração para cabelos crespos e cacheadosUmectação: Cabelos muito ressecados perdem parte da oleosidade natural, por isso os óleos vegetais são uma excelente alternativa para devolver maciez e brilho para os cachos, além de diminuir a aspereza e o frizz. O azeite de Oliva Extra Virgem e o Óleo de Coco Extra Virgem são alguns dos óleos vegetais mais utilizados na umectação, mas existem outros indicados lá no post de umectação da Mari, não deixe de conferir. Com os cabelos secos, aplique seu óleo vegetal por toda extensão dos fios, massageando bem e enluvando os fios. Deixe agir de 2 a 4 horas ou se preferir, durma com o óleo e retire no dia seguinte. Use uma touquinha. Você pode fazer a umectação a cada 15 dias.

Máscaras nutritivas: Se você não gosta de fazer umectação ou quer variar, utilize uma máscara nutritiva. A máscara escolhida deve conter ingredientes como: óleos vegetais (óleo de abacate, azeite de oliva, óleo de coco, óleo de rícino, óleo de semente de uva, óleo de jojoba, óleo de ojon etc) manteigas vegetais (manteiga de karité, manteiga de cupuaçu, manteiga de abacate, manteiga de murumuru) e ceras vegetais. No seu dia-dia, utilize leave-ins ou cremes de pentear que também contenham algum tipo de óleo ou manteiga vegetal, assim os fios vão ganhar um aspecto mais saudável e menos ressecado.

Reconstrução: Uma vez por mês, aplique uma máscara de reconstrução. Fios porosos apresentam estruturas danificadas e alguns componentes como as ceramidas, o colágeno e as proteínas hidrolizadas presentes nas máscaras capilares podem ajudar a minimizar alguns danos causados pela descoloração.

Cuidados pós-descoloração: cachos esticados?

A descoloração pode causar um problema bem desagradável para cacheadas/crespas: pontas esticadas. A descoloração afeta a estrutura dos fios profundamente e pode sim, alterar o formato dos cachos. Algumas vezes os cachos “abrem”, parecendo um pouco maiores do que anteriormente. Outras vezes, para a tristeza das cacheadas/crespas, alguns fios ficam esticados, quase lisos. Para tentar resolver o problema, existem algumas soluções a curto e a longo prazo.

Cachos esticados após a descoloração: solução paliativa

Se parte dos cachos ficaram esticados e você está com dificuldades para finalizar o cabelo com duas texturas, utilize ativadores de cacho misturados ao seu leave-in creme de pentear. O gel de linhaça é um ativador de cachos natural, fácil de fazer e bem barato. Você pode aplicar o gel de linhaça nos cabelos úmidos, pentear com os dedos e em seguida aplicar um modelador de cachos ou leave-in. Amasse bem os fios para incentivar a formação de cachos ou pelo menos criar ondas. Se você for secar com difusor, certifique-se de que seu produto finalizador possua proteção térmica. Isso é muito importante já que os fios se encontram mais fragilizados.

As donas de mechas onduladas ou com cachos mais abertos como o 3A, podem tentar uma técnica chamada poppling, que pode ajudar a deixar os fios mais definidos.

Cachos esticados após a descoloração: solução a longo prazo

Se os cachos foram danificados não tem muito jeito, é preciso cuidar. Confira na postagem do cronograma capilar, a rotina para cabelos danificados. Se mesmo com todos os cuidados seus fios não voltarem a cachear, infelizmente a última solução é a tesoura. Corte as pontinhas esticadas e recomece.

Reativando a cor sem danificar os cachos

No período entre as colorações é possível usar tonalizantes sem amônia para devolver o brilho e renovar a cor . Outra opção é fazer um banho de brilho (faça apenas uma vez por mês). Veja abaixo uma receita bem simples:

  • 2 colheres de tonalizante na cor do seu cabelo (tonalizante sem amônia, sem chumbo e sem água oxigenada)
  • 3 colheres de máscara de hidratação (deve ser branca para não manchar seu cabelo)
  • 1 Recipiente para misturar

Como fazer: Prepare o tonalizante conforme indicado no rótulo do produto (alguns tonalizantes vem com óleos ou fixadores de cor que devem ser misturados antes de aplicar). Se o tonalizante já vier pronto para aplicar, basta colocar duas colheres dentro de um recipiente separado. Acrescente as 3 colheres de máscara e misture até que a mistura fique bem homogêna. Aplique um pouco de creme nas regiões da testa, atrás da orelha e nunca para que essas áreas não fiquem manchadas. Coloque as luvas. Distribua bem a mistura nos cabelos limpos, começando pelas pontas. Deixe a mistura agir por 20 minutos, enxague e aplique um condicionador. Deixe agir por uns minutos e enxague o condicionador. Finalize como de costume.

Cuidados pré e pós-coloração para cabelos crespos e cacheados

Quem coloriu os cabelos de tons mais escuros de marrom, chocolate e preto, pode testar a hidratação de café para garantir mais brilho e maciez para os fios. Veja abaixo a receita:

  • 2 colheres de pó de café
  • 1 colher de Bepantol Líquido ou mel
  • 3 colheres de creme de hidratação (de sua preferência)
  • Recipiente para misturar

Como fazer: misture todos os ingredientes e aplique nos fios, massageando bem. Deixe agir por cerca de 25 minutos e enxague bem. Em seguida, aplique um condicionador para selar a hidratação. Lá no post da Ster sobre a hidratação de café, ela deu uma dica valiosa sobre o cheirinho de café depois da hidratação:

“Pra quem não gosta do cheiro de café, é  bom ressaltar que mesmo após condicionar, ainda fica um vestígio do cheiro (bem de longe). Para amenizar, utilize o café solúvel  pois o pó de café convencional demora bastante de sair dos fios. Algumas pessoas preparam o café bem forte, e utiliza coado junto com a máscara”.

Leia também:

Manual de coloração e descoloração parte I

Em busca do ruivo perfeito: manutenção e cuidados

Legalmente ruiva e cacheada

Como harmonizar a cor do cabelo com o tom da pele

Cronograma capilar – SOS Cabelo

Recomendados para você

error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não deve ser copiado ou reproduzido sem permissão prévia e sem atribuição dos créditos. Blog Cacheia 2013-2016.