Debaixo dos Caracóis da Rúbia Nogueira

Oi, menines!

Hoje vocês conhecer um pouquinho da história da Rúbia Nogueira, essa fofa!

 

  1. Nome: Rúbia Nogueira
  2. Idade: 20
  3. Onde mora? Caçapava – SP
  4. Quais os prós e contras de se assumir o cabelo crespo/cacheado? Os prós é em assumir a verdadeira identidade, a minha raiz e se libertar do modismo que a sociedade. Eu não vejo nenhum ponto negativo em assumir o verdadeiro cabelo.
  5. Você acha que o cabelo natural é uma forma de manter sua identidade? Por quê? Sim eu acho que é uma forma de mostrar para a sociedade que não somos todos iguais.Não temos o mesmo padrão de beleza.
  6. Qual a sua opinião a respeito da forma que a sociedade vê os cabelos crespos e cacheados. Isso tem mudado?Bom atualmente tem mudado, as pessoas estão tendo uma mente mais a aberta, devido aos danos que as químicas causam.
  7. Você já sofreu algum tipo de preconceito por causa do seu cabelo? Como lidou com isso? Sim já na escola, foi a partir dai que comecei a utilizar química e durante a transição também enfrentei preconceito mais aguentei firme.
debaixo-dos-caracois-da-rubia-nogueira-antes

Antes

debaixo-dos-caracois-da-rubia-nogueira-depois

Depois

 

Mariana

Mariana Boaretto, 27 anos, paulistana. Mãe-coruja do Lorenzo e da Giovana, formada em Comunicação e cursando MBA em Marketing. Descobriu sua paixão pelos cachos há 6 anos e adora compartilhar dicas de cuidados, aceitação e empoderamento feminino.







comments

Comentários

adorei a entrevista! e é tão bom ver que o mundo está mudando, que as pessoas estão enxergando a beleza dos nossos cabelos, melhor ainda é que nós estamos reconhecendo isso :)

verdade verdadeira :)
finalmente!

Muito linda! Os cabelos ficaram maravilhosos. Parabéns pela entrevista. Não tem jeito, tentar mudar quem somos fica estranho, artificial.
Recentemente, tb passei pela transição e me vejo outra pessoa no espelho, autêntica e verdadeira.

Verdade, Camila!
Se quiser, mande sua história para gente também, pelo Facebook: facebook.com/blogcacheia

Um beijO!

Os cachos dela são bem parecidos com os meus quando não uso produto nenhum, eles se enrolam e ficam tipo uma fita, principalmente na parte da frente. Acho interessante como podem existir vários tipos de cachos no mundo né? rs

Verdade, Marina!
E aí que tá a beleza :))

Um beijo!

Obrigada Marina Meneze

Que legal. Eu não sofri nenhum tipo de preconceito quando iniciei a transição e ao contrário , tive muito apoio de todos os amigos e familiares.

Que bom, isso é maravilhoso :)


Deixe um comentário

error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não deve ser copiado ou reproduzido sem permissão prévia e sem atribuição dos créditos. Blog Cacheia 2013-2016.