Cortes

Entrevista com Sabrinah Giampá, da Garagem dos Cachos

9 de setembro de 2015

Oi, menines! Tudo bem?

O post de hoje é super especial \o/

Fiz uma entrevista com a Sabrinah Giampá, cabeleireira especializada em cabelos afros, crespos, cacheados e ondulados, com tudo que precisamos saber na hora de cortar nossas madeixas.

Responsável pelo salão Garagem dos Cachos, em São Paulo, a Sabrinah corta o cabelo a seco e usa a linha Deva, liberada para low e no poo. É ou não é aquele salão que você tem procurado há tempos? ;)

como-cortar-cabelo-crespo-cacheado-e-ondulado-entrevista-com-sabrinah-giampa

Sabrinah Giampá, da Garagem dos Cachos

Além disso, a Sabrinah é responsável pelo blog Cachos e Fatos, no qual compartilha muitas dicas. Vale a pena conferir!

Contatos:

Blog Cachos e Fatos

Facebook 

E-mail para contato do salão: garagemdoscachos@gmail.com

Vamos à entrevista? :)

1- Quais são as principais recomendações para crespas, cacheadas e onduladas cortarem o cabelo?

Sabrinah: Independente de querer deixar o cabelo crescer ou não, recomendo que onduladas e cacheadas cortem a cada 3-4 meses, mesmo que seja apenas para restaurar o corte, ou seja, deixar o cabelo com um formato bonito. Crespas podem esperar de 5 a 6 meses, pois o fator encolhimento é maior, então o corte dura mais.

2- Existe diferença no corte entre esse tipos de cabelo ou, em linhas gerais, as recomendações são as mesmas?

Sabrinah: Não existe uma regra, depende do efeito que a pessoa quer dar. Mas, no meu caso, eu sempre faço camadas, acho que o corte compacto deixa o visual cacheado muito pesado e as camadas dão leveza.

3- É realmente necessário cortar o cabelo crespo a seco? Por que?

Sabrinah: O corte a seco é feito para que o cabeleireiro não corra o risco de perder o eixo, ou seja, cortar mais do que deveria, sendo que o crespo molhado pode criar uma ilusão de que alguns cachos, que tem caimento diferente, tem o mesmo caimento. Isso cria buracos no resultado final. Mas é claro, que um cabeleireiro bastante experiente, consegue cortar molhado também, mesmo que precise fazer um ajuste no final.

4- Para quem tem não tem acesso a cabeleireiros que cortem a seco, quais dicas podem ser dadas a esses profissionais na hora de cortar o cabelo? (como não usar navalha)

Sabrinah: A navalha acaba ‘estraçalhando’ o cacho, o que dependendo do efeito que o cabeleireiro pretende dar no corte, pode ser muito legal, ou não. Uma vez eu fiz um corte desconstruído, que ficava um cacho solto perdido, e a cabeleireira usou a própria tesoura para desfiar, o que dá o mesmo efeito da navalha. Achei válido, porque reforçou a proposta que eu queria, mas obviamente que não vai fazer isso no cabelo todo, num cacho ou outro claro. Mas eu particularmente não costumo usar, pois minhas clientes prezam por um cacho gordo, bem definido, mas tudo é possível tratando do objetivo do corte em si

5- Para quem corta em casa, existe alguma dica especial?

Sabrinah: Nunca corte em casa. Nem eu que sou cabeleireira corto em casa. Já tive algumas clientes que vieram até minha garagem após um corte doméstico. Achei vários buracos atrás. O corte é geometria pura: ângulos certos e posicionamento de dedo são fundamentais. Cabeleireiros não existem a toa, não é só sair cortando. Estudamos e treinamos muito pra isso, e os cursos não são baratos, não!

6- Se pudesse dar um conselho para as meninas, qual seria?

Sabrinah: Pesquise bastante antes de ir ao cabeleireiro. Procure referências do trabalho dele, e nunca desmereça o preço do trabalho. Até porque você não sabe o quanto este profissional investiu em conhecimento para cobrar o que ele cobra. Pense nisso!

7- Conte um pouco sobre a Garagem dos Cachos e como funciona o salão

Sabrinah: Primeiramente eu avalio o cabelo e converso com a cliente. É preciso checar se tem química, quais químicas, transição, etc e tal. Enquanto isso eu já estou analisando o formato do rosto e todas as características do rosto, além do estilo da pesssoa. Tudo isso ajuda a compor o corte porque o cabelo tem que vestir o rosto. Não é só cortar por cortar, tem que combinar com o biotipo, jeito de ser, pra isso que eu fiz visagismo, e, principalmente, o corte tem que transmitir a mensagem que a pessoa quer transimitir

Tem mais dúvidas? Deixe nos comentários! ;)

_________________________________________________________________________________________________

Não mora em São Paulo e está procurando salão especializado em cabelos afros, crespos, cacheados ou ondulados? Confira o post da Ana: Salões para cabelos crespos e cacheados -Indicação das Leitoras

 

Recomendados para você

29 Comentários

  • Reply Salões para cabelos crespos e cacheados - Indicação das leitoras | Cacheia! 9 de setembro de 2015 at 13:42

    […] Garagem dos Cachos (segue as técnicas low/no poo) agendamento pelo e-mail garagemdoscachos@gmail.com […]

  • Reply Poly 9 de setembro de 2015 at 14:04

    Não tive a sorte de achar um bom cabeleireiro, como Sabrinah. Experimentei vários que ou tratam meu cabelo como liso, ou como mais crespo do que realmente é. Meus melhores cortes foram feitos por mim mesma.

  • Reply 5 dicas para dar volume à raiz | Cacheia! 9 de setembro de 2015 at 17:08

    […] Leia também: Entrevista com Sabrinah Giampá, da Garagem dos Cachos […]

  • Reply Cintia 10 de setembro de 2015 at 10:15

    Nossa, ela está bem diferente da foto do site.
    Gosto muito de ver o antes e depois dos cortes, muito inspirador.
    Bjos,

    • Reply Mariana 14 de setembro de 2015 at 11:47

      Ela cortou o cabelo recentemente, Cintia :)
      Sim, são sempre cortes maravilhosos! Já cortei com ela 3 vezes e recomendo muito!

      Um beijo!

  • Reply Kelly Silva 10 de setembro de 2015 at 13:17

    A Sabrinah é simplesmente maravilhosa!!! Fiz meu BC no sábado passado e estou encantada!!!! Não é caro, foi um mega investimento. Saí de lá com o cabelo que eu queria – na verdade, melhor ainda. Simplesmente deixei na mão dela o que fazer pq já tinha referência do trabalho dela e sabia que podia confiar. Ela é uma fofa!!!!

    • Reply Mariana 14 de setembro de 2015 at 11:46

      :)

  • Reply Patrícia Rodrigues 11 de setembro de 2015 at 22:34

    Mesmo não morando em, São Paulo, decidi fazer meu bc na garagem dos cachos, essa entrevista só reforça minha decisão.

    • Reply Mariana 15 de setembro de 2015 at 17:06

      Que legal, Patrícia!

  • Reply Jackie 13 de setembro de 2015 at 15:02

    Eu nem lembro como eu conheci a Sah se não me engano foi uma cliente da minha loja que me indicou ela mas além de cliente nos tornamos amigas, desejo todo o sucesso do mundo para essa linda!

    Jackie Make Up & Beauty

    • Reply Mariana 14 de setembro de 2015 at 11:37

      Que bacana, Jackie :)

  • Reply Vic 14 de setembro de 2015 at 21:33

    Caramba, um dia eu sonho em ter um cabelo com corte legal. Acabei de cortar em 2 cabeleireiras diferentes, a ultima com referencia no post de indicações e nenhuma das duas respeitaram meu gosto, só queriam ‘diminuir o volume’. Agora to empacada com um corte horrível, chega dá vontade de ajeitar só, mesmo sendo super contra-indicado.

    • Reply Mariana 14 de setembro de 2015 at 23:36

      Poxa, Vic, que pena :(
      Pode falar qual referência que era?
      Não desista!

      Bjs

      • Reply Vic 15 de setembro de 2015 at 00:59

        Infelizmente foi o único indicado de Pernambuco :/

        • Reply Mariana 15 de setembro de 2015 at 17:02

          Poxa, Vic! Que pena :(
          Essas indicações são de nossas leitoras, então não temos como saber. Você explicou bem como queria o corte?
          Espero que em breve tenhamos outras indicações em Pernambuco para colocar lá!

          Um beijo!

  • Reply ana clara 15 de setembro de 2015 at 19:11

    quantas camadas o cabelo cacheado deve ter?

    • Reply Mariana 23 de setembro de 2015 at 00:27

      Não tem um número certo, Ana. Depende do efeito que você quer dar.

      Converse com seu cabeleireiro!

      Bjs

  • Reply Dúvidas sobre corte? Leia esta entrevista! - Cachos & Fatos 21 de setembro de 2015 at 20:04

    […] dúvidas são esclarecidas em entrevista concedida para a queridíssima Mariana Boaretto, do blog Cacheia!, que eu adoro! Ela pode ser lida na íntegra clicando na imagem abaixo. Espero que gostem! […]

  • Reply Amanda 22 de setembro de 2015 at 12:17

    Olá Mari, tudo bem?
    Estou passando pela transição há 7 meses.
    Graças ao blog de vocês e muita informação bacana que encontro na internet estou cuidando bastante do cabelo, fazendo cronograma e cortando sempre as pontinhas. Minha raiz está com certa de 10 dedos e a parte de trás parece crescer bem mais que a frente e tenho a impressão que a parte da frente não cacheia como atrás.

    Acho que meu cabelo é um 3B, mas pra falar a verdade eu nem lembro mais.

    Infelizmente não consigo deixar ele natural, então estou passando pela transição fazendo escova e prancha, no máximo duas vezes por semana. Trabalho em banco e mesmo fazendo texturização não fica nada legal, então optei por fazer dessa forma.

    Aliso bem a raiz com a prancha e estou com medo desse processo interferir nos meus cachinhos que na frente estão se formando muito pouco.

    Alguma de vocês passou pela transição desta forma? Poderiam me informar se realmente a prancha pode mudar a estrutura do meu cabelo?

    Muito obrigada!
    Beijos!!

    • Reply Mariana 23 de setembro de 2015 at 00:26

      Oi, Amanda! Tudo bem?

      Eu passei pela transição dessa forma também! Já contei nesse post: http://cacheia.com/2014/03/por-que-tanto-medo-do-bc-afinal/

      Hoje eu faria diferente, mas mudar a estrutura não muda. O que acontece é que o secador e a prancha danificam os fios, a aparência, então é preciso cuidar muito mais dessa parte do que cabelo que já poderia estar com menos intervenções. Mas, enfim, é uma escolha sua e não é a morte, só vai ficar um pouco mais ressecado.

      Dá uma lidinha no meu post ;)

      Bjs!

  • Reply fernanda freire 3 de dezembro de 2015 at 18:44

    Oi Meninas, segui a dica de vcs p/ marcar um corte com a sabrina,mas, clico em garagemdoscachos@gmail.com e nao consigo encontrar o que fazer para agendar… Poderiam me dar mais dicas, por favor?
    Muito obrigada,
    beijo,
    Fernanda

    • Reply Ana Catarina 7 de dezembro de 2015 at 18:28

      Oi Fernanda, você mandou um e-mail pra esse endereço?

  • Reply Vanessa Oliveira 2 de março de 2016 at 14:48

    Vontade de morar em São Paulo só para poder ir no Garagem dos Cachos :)
    Ela podia vir no Rio, fazer um fim de semana de corte e tratamentos nas cacheadas cariocas.

    • Reply Mariana 2 de março de 2016 at 23:10

      Quem sabe um dia, né, Vanessa? :)

  • Reply suliane vilarindo 12 de abril de 2016 at 18:33

    Oi boa noite Queria saber o endereços da garagem dos cachos

  • Reply Ana 28 de agosto de 2016 at 00:13

    Oi Mari!
    Moro pertinho do salão da Sá e quero muito ir la, mas a grana é um empecilho… sei que é investimento e tudo o mais, mas queria ter uma noção de quanto custa o corte antes de agendar, voce pode me dizer s souber?

    Beijooo

    • Reply Mariana 28 de agosto de 2016 at 00:47

      Oi, Ana!
      A última vez em que eu fui lá estava 50 reais. Imagino que esteja o mesmo valor ou bem parecido, mas você pode mandar uma mensagem para Sabrinah que ela com certeza te responderá :)
      Face dela: https://www.facebook.com/CachoseFatosoficial/?fref=ts

      Beijos!

    Deixe um comentário!

    error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não deve ser copiado ou reproduzido sem permissão prévia e sem atribuição dos créditos. Blog Cacheia 2013-2016.